03 de abril de 2015

Frase do dia

A preguiça é o menos pior dos sete pecados capitais. Ela te impede de cometer qualquer um dos outros seis. (Anônimo)

Olho vivo

Rumores, que já chegaram ao cartório eleitoral, apontam que já há vereadores patrocinando transferências eleitorais de outros municípios para Mangaratiba, com o intuito de assegurar alguns votos nas eleições do ano que vem. A manobra, além de ilegal, pode não dar certo porque há grandes chances de a justiça eleitoral implantar o recadastramento biométrico no município antes das próximas eleições. A medida é consequência da investigação realizada pela justiça e polícia federal em 2013, logo após as eleições de 2012.

Mentira deslavada

Começou a circular ontem, em uma rede social, uma pseudo-informação de que o casal Charlinho e Andréia Busatto, com o apoio e intervenção do presidente da Alerj Jorge Piccianni, teriam fechado acordo com o prefeito Capixaba no sentido de protegê-lo de possível cassação para, desse modo, evitar que o Dr. Rui assumisse o mandato. É absoluta e deslavada mentira. Os processos judiciais contra o prefeito continuam seu curso normal no âmbito judicial e podem começar a ter desfechos nos próximos dias. De outra parte, a ex-deputada Andréia nunca compactuaria com uma “armação” política que viesse a beneficiar aquele que, há menos de dois anos, na última campanha, a atacou de forma baixa e vil chegando a nominá-la de “Carminha”, a personagem má da novela Avenida Brasil.

Utilidade pública

A  Defensoria pública serve para os cidadãos que estão com algum problema, dificuldade ou algo parecido, sendo judiciais ou não. Podem ser problemas de atraso ou solicitação de pensão, contratos, terras, divórcios, guarda, documentos, etc. Em Mangaratiba, ela funciona no Ranchito, ao lado da delegacia da polícia civil, na avenida São João Marcos. Telefones: 3789-0476 / 3789-2789 / 3789-8128

Manifestação

Corre, nas redes sociais, uma convocação para uma manifestação pública contra a atual gestão municipal, marcada para a próxima quinta-feira, dia nove de abril, às 14 horas, na praça Robert Simões, no centro de Mangaratiba. O “gatilho” dessa manifestação foram os descontos inesperados nos pagamentos de servidores, bem como o risco de não haver pagamento no final do mês que, aliás, foi denunciado na tribuna da câmara pelo vereador José Luiz do Posto na semana passada.

A propósito

A Promotoria de Tutela Coletiva de Angra dos Reis, através do promotor Alexander Véras, ingressou em juízo com mais uma Ação Civil Pública contra a atual gestão do município de Mangaratiba. A ação pede a condenação por improbidade do Prefeito, do Presidente da Câmara e do Presidente do Instituto de Previdência, Previ. A ação pede a interferência judicial no sentido de conseguir o amplo acesso público a informações relacionadas a execuções orçamentárias e financeiras. O MPRJ requer o integral cumprimento da legislação no que refere ao funcionamento e atualização do Portal da Transparência. Essa ação civil é resultado de diversas diligências, realizadas desde o ano de 2012, e corroborada por diversas notícias, representações e procedimentos investigativos já instaurados, dando conta da manipulação de informações oficiais que deveriam ser públicas. De acordo com a inicial, há uma omissão dos poderes mangaratibenses, propiciando ambiente fértil à prática de irregularidades na gestão pública. O Ministério Público requereu a antecipação da tutela, em especial os seguintes pedidos: a condenação do Município de Mangaratiba, da Câmara dos Vereadores e do Instituto de Previdência em imediata obrigação de fazer, determinando-se que, através de seus respectivos representantes legais, adaptem suas homepages para que nelas sejam veiculadas diariamente todos os atos administrativos de interesse geral; e o imediato cumprimento dos dispositivos contidos no artigo 10 e seguintes da Lei de Acesso à Informação, mediante adoção de todas as medidas administrativas necessárias de controle, a fim de prestar contas à sociedade civil e aos órgãos de interesse. A ação postula, ainda, a condenação por ato de improbidade administrativa dos gestores responsáveis pelo não cumprimento da legislação quanto ao Portal de Transparência – o prefeito municipal, o presidente da Câmara de Vereadores e o presidente do Instituto de Previdência, considerando que a data limite para o seu pleno atendimento foi o dia 27/05/2013, conforme determina a lei para os casos de municípios com até 50 mil habitantes. Foi requerida a estipulação de multa diária no valor correspondente a R$ 10 mil por descumprimento. Processo nº 0002418-88.2015.8.19.0030 (Fonte: Notícias Rota Verde)

Efeito lava jato

A estimativa atual é de que o país pode terminar 2015 com mais de 1,2 milhão de desempregados, no mínimo. Mas, ocorre que na realidade, o número de desempregados para o início do ano já é o dobro do ano anterior e, consequentemente, o resultado final, pode passar de 3 milhões de desempregados até dezembro de 2015 e piorando cruelmente para 2016. O nível de desocupação cresce no país, algo decorrente não só da Operação Lava-Jato e da suspensão de pagamentos da Petrobras a fornecedores, como quis minimizar o ministro do Trabalho, Manoel Dias, ao divulgar o resultado do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados de fevereiro. Os dados apontaram o fechamento de 84 mil postos de trabalho apenas no primeiro bimestre do ano. O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revelou que a taxa de desocupação passou de 5,1% em fevereiro de 2014 para 5,9% no mesmo mês de 2015. Os mais afetados pelo desemprego até agora, segundo o IBGE, são mulheres e jovens. Enquanto para homens, o desemprego passou de 4,7% em janeiro para 5% em fevereiro, entre as mulheres subiu de 6% para 6,9%. E para jovens entre 16 e 24 anos, o índice é ainda mais alarmante: saltou de 11% em dezembro para 16,1% em fevereiro. O setor de serviços foi o que mais demitiu em fevereiro, de acordo com o IBGE, com queda de 3,7% no número de empregados e dispensa de 165 mil pessoas.

Anúncios

3 respostas em “03 de abril de 2015

  1. Professor Lauro,

    Já havia me esquecido destes episódios de campanha… realmente seria o cúmulo do desrespeito ao povo e a eles mesmos. É o que quero crer! Quero continuar respeitando o nome da Andreia!

  2. Mais uma manifestação para meia dúzia de gatos pingados….

    Coitado desse promotor de Angra, chega a dar pena !!! O cara ingressa tanta ação civil pública contra a prefeitura de Mangaratiba e NUNCA dá em nada !!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s