23 de fevereiro de 2015

Frase do dia

Não ouvir críticas é uma doença gravíssima na política! E nunca leva a bons resultados. (Cristóvam Buarque – senador)

Realidade

Na quarta-feira de cinzas a Leila Castro, do blog ‘Peixe com Banana’, de Muriqui, publicou extensa e, como sempre competente, postagem a respeito do carnaval em Mangaratiba. Disse ela em um trecho: “Um município que ‘pretende’  ser polo turístico, não pode mais improvisar, nem mesmo se permitir um desconforto e insegurança a seus munícipes em todos os sentidos destas duas palavras. Também não podemos culpar o caos aos nossos visitantes, pois a porteira do abandono foi aberta pela própria administração de nosso município que literalmente deixou-nos à própria sorte e ainda promoveu a desordem na medida em que “pareceu” fazer liquidação de R$ 1,99 sobre o espaço público. Tivemos todas as irregularidades possíveis e imagináveis, como ambulantes irregulares em quantidade nunca vista, tivemos permissões de entrada de vans e ônibus irregulares, tivemos venda de bebida alcoólica para menores, venda de gelo em caminhões em frente a comércios regulares, ocupação de calçadas, brigas, morte, aglomeração, sujeira, pornofonia em ritmo de funk, afrontas aos munícipes, desrespeito aos portadores de necessidades especiais, precariedade de recursos para o atendimento médico, enfim, deixou a desejar em todos os aspectos.” (Leia a postagem completa em: http://tinyurl.com/msvysx8)

Realidade I

Chegamos, hoje, ao primeiro dia útil do ano após o carnaval. Nesse momento, os carnavalescos e diretorias das escolas de samba já começam a pensar nos erros e acertos do desfile que passou e a pensar em soluções e ideias para o do ano que vem. E quanto a Mangaratiba, agirá do mesmo modo? Como todos percebemos, por incrível que pareça, o carnaval de 2015 conseguiu ser mais confuso, “bagunçado” e pior que o de 2014. O poder público não conseguiu se entender com os promotores de blocos carnavalescos; os comerciantes amargaram grandes prejuízos por conta da invasão de camelôs; a segurança pública deixou muito a desejar no que diz respeito à repressão às irregularidades; os carros e paredões de som infernizaram a vida dos moradores; a “porteira aberta” para a entrada de veículos entupiu nossas ruas; o único caixa eletrônico do distrito ficou sem dinheiro logo no segundo dia. Teremos pela frente trezentos dias para avaliar e corrigir esses problemas, ou então o carnaval de 2016 será pior ainda que o de 2015.

Realidade III

O legislativo municipal retoma amanhã suas atividades. Os assuntos postos à mesa são muitos. Destacam-se dois pedidos de impeachment do prefeito, apresentados à câmara por conta das irregularidades denunciadas no programa “Fantástico” da rede Globo. Entretanto, além disso, os vereadores, como “representantes do povo” poderiam aproveitar a oportunidade e o “calor do momento”, para criar uma comissão de estudos e propostas, no âmbito do legislativo, com a participação de representantes da sociedade civil, para se debruçar sobre a questão do carnaval no município e, ao final dos trabalhos, apresentar soluções e indicações ao executivo capazes de atender a todos os segmentos envolvidos, como comerciantes, população permanente e turistas.

Cobrança

Na época da copa do mundo, a seleção italiana de futebol se hospedou em Mangaratiba, mais especificamente no hotel Portobello. Como “legado” deixado à cidade, a federação italiana de futebol doou cinquenta mil euros (cerca de cento e sessenta mil reais) para a construção e reforma de praças esportivas. Pois, quase dois anos depois, informa o Rota Verde Notícias, o consulado italiano deve mandar representantes a Mangaratiba nos próximos dias com a finalidade de cobrar da prefeitura a devolução do dinheiro doado, já que a obra para a qual o dinheiro seria destinado não foi feita, a reforma da quadra da escola Victor de Sousa Breves que foi apenas iniciada e posteriormente abandonada. (Fonte: Rota Verde Notícias)

Beija-flor

Afinal, qual a origem das críticas ao fato de a escola de samba Beija-flor ter sido campeã por conta de um enredo exaltando um país africano chamado Guiné Equatorial, que patrocinou o enredo com dez milhões de reais? A seguir alguns trechos do que pensa Juan Tomás Ávila, que vive atualmente exilado no México por “delito de pensamento”, já que não pode viver livremente no seu país, a Guiné Equatorial, onde o presidente Teodor Obiang é ditador desde 1979. A Guiné Equatorial é uma antiga colônia espanhola na África Ocidental que se tornou independente em 1968 e desde então só conheceu dois presidentes: Francisco Nguema, um ditador que mandou matar milhares de opositores, e Teodor Obiang Nguema, o seu sobrinho, que o derrubou e matou.

Beija-flor II

Queridos cariocas: Lemos que o ditador-presidente da Guiné Equatorial fez uma doação de USD 3,5 milhões a uma associação carnavalesca da vossa cidade, a “Beija-Flor”. Uma doação tão oportuna que a afortunada associação carnavalesca conseguiu o primeiro prêmio. Num câmbio rápido, USD 3.500.000 equivale a mais de dois bilhões de Francos CFA, a moeda corrente no meu país. Esse valor é superior ao que ele gastou nos últimos dez anos no ensino médio e superior do país. Conhecemos o estado das escolas do país, sabemos que as bibliotecas da sua única universidade carecem de fundos bibliográficos e vimos como todas têm até falta de lâmpadas, que no seu país custam um dólar cada, tão somente um, e não cremos que seja barato, apenas acessível. Francamente, cariocas, são as múltiplas necessidades das pessoas mais próximas de Obiang que fazem com que o fato de terem aceitado este patrocínio implica que para sempre tenham o vosso nome ligado a esta demência.” (Juan Tomás Ávila)

Anúncios

5 respostas em “23 de fevereiro de 2015

  1. Estou encafifada com alguns detalhes que me foi colocado por um comentarista em meu blog e divido com vocês: É legal e ético que os vereadores que participaram do governo Capixaba, como Pedro que além de tudo é sobrinho do prefeito e que nos pareceu pelas palavras do promotor, que faz parte deste rolo, que o vereador Banana que era subsecretário justamente na pasta que “consumiria” os sacos de lixos, Rodrigo Bondim, que além de líder do governo na Câmara, também fez parte do governo e se não estou enganada, tinha a esposa trabalhando na área de licitações naquela época… votar para abertura ou não da comissão processante? O Vitinho, que era secretário de governo, agora é presidente da Câmara e não votará, mas os que citei…. Alguém pode me tirar esta dúvida?

  2. Para o povo.

    O povo toma pileques de ilusão com futebol e carnaval. São estas as suas duas fontes de sonho. (Carlos Drummond de Andrade).

    Para os políticos.

    Tem gente que gosta tanto de carnaval, que vive o ano inteiro de máscara.

  3. Boa tarde Lauro!
    Nos mantenha informado sobre abertura de CPI…..
    O Munocipio esta parado…As moscas!!
    Sera q nada vai acontecer….

  4. Prof. Boa tarde;

    Gostaria de saber se o senhor tem informações sobre aquele caso envolvendo o prefeito evandro capixaba onde estava foi supostamente desviado valores repassados pela Empresa Vale que seriam destinados aos servidores. Tem notícias a respeito disso? Parabéns pelo seu blog que nos informa sobre os mandos e desmandos de nosso município.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s