8 de janeiro de 2015

Frase do dia

A melhor maneira de ser feliz é contribuir para a felicidade dos outros. (Baden Powell)

Aconteceu no feriadão

No último fim de semana estendido, pelo menos duas mortes não naturais aconteceram em Itacuruçá. A primeira, a de uma visitante que foi enforcada pelo companheiro na casa em que alugavam no cerrado. O autor do crime, ao que se sabe, fugiu para Nova Iguaçú. A segunda, um desentendimento entre vizinhos. Não se tem certeza, ainda, se por conta de uma “gato” de luz ou de som alto, além do tolerável. O fato é que a mulher foi alvejada por vários tiros desferidos pelo vizinho incomodado.

Falta de água

A prefeitura de Mangaratiba publicou nota a respeito da matéria publicada pelo jornal Atual sobre a falta de água na cidade. A reportagem se deu a partir da denúncia de um leitor, que registrou uma imagem onde diversos moradores de Conceição de Jacareí apareciam com baldes para buscar água numa cachoeira próxima. A Prefeitura afirma que, como todo o país, a cidade de Mangaratiba sofre atualmente com a estiagem e a falta de chuvas. Além disso, alega que, com a abertura do Arco Metropolitano, o fluxo de visitantes, que já era alto, aumentou ainda mais. Embora preveja obras de melhoria de captação, distribuição e abastecimento em função da parceria que firmou com a CEDAE, a prefeitura afirmou que houve uma mudança no projeto inicial das obras, e por isso o início das melhorias atrasou. A nota de esclarecimento não menciona prazo para solução. (Fonte: Jornal Atual)

Apareceu um

Finalmente, um dos nossos representantes se manifestou a respeito das dificuldades vividas pelo município nos últimos dias: “Meus amigos e minhas amigas. Durante o ano que passou tentei mostrar a atual administração da necessidade de se fazer um planejamento sério para reduzirmos os problemas de todo verão. Estamos passando pelo pior verão e não adianta colocar a culpa no arco metropolitano até porque se não tivemos planejamento e seriedade no governo como poderemos enfrentar essa invasão em nossa cidade. Nosso gestor pelo visto abandonou nossa cidade. Não temos um representante legal que possa intervir pelo povo e dar as ordens necessárias para que sua tropa atue em nossa cidade. A permissividade foi instalada. Não temos água, luz com apagões constantes e distritos que ficam as escuras, choque de ordem inexistente, nenhum critério para estacionar, lixo nas ruas, enfim lamentável essa gestão irresponsável. Estou na cidade vendo com meus próprios olhos tudo o que está acontecendo e ladeado por minha família a inexistência de uma administração pública. Após o recesso tomarei as medidas necessárias e usarei do meu direito de vereador para informar como nossa cidade está abandonada. Não sou prefeito, mas, espero que dessa vez meus pares possam se unir comigo e cobrar daquele que deveria estar gerenciando nossa cidade e não abandonando-a covardemente.”

E o carnaval?

A previsão de todos os que conhecem a história e “as histórias” do município era de que não existiriam condições para a realização do carnaval de 2015. Surpreendentemente, ontem, a secretaria de Turismo e Eventos da Prefeitura de Mangaratiba realizou, em sua sede o primeiro dos três encontros que fará com representantes de blocos carnavalescos do município. A primeira reunião foi com os responsáveis pelos blocos do Centro, Praia do Saco, Ibicuí, Sahy, Praia Grande e Conceição de Jacareí. A reunião serviu para o setor tomar conhecimento das demandas das agremiações e apresentar as propostas da secretaria para o carnaval deste ano. O encontro contou com a presença do secretário da pasta, Roberto Monsores, que ficou satisfeito com o primeiro contato com as lideranças dos blocos. Nesta quinta-feira, às 10 horas, a secretaria atenderá os representantes dos blocos de Muriqui, e na sexta-feira, dia 9, no mesmo horário, será a vez dos blocos de Itacuruçá.

Quem dera

No ano passado, até que se tentou uma ação conjunta e coordenada dos municípios da Costa Verde, com o objetivo de reprimir os excessos dos visitantes de verão. Nesta temporada de 2015, apenas Paraty manteve o foco. Coordenada pela Secretaria Municipal de Turismo, uma nova etapa da fiscalização de veículos da Operação Verão foi realizada na manhã do último domingo em Paraty. Agentes da Sectur, da Secretaria de Guarda e Trânsito e do Inea realizaram uma blitz para identificar e orientar os veículos que chegam ao município rodovia Rio-Santos. A barreira foi montada no trevo de acesso a Trindade e Laranjeiras, com o apoio da Polícia Rodoviária Federal. Segundo a Secretaria de Turismo, a maior incidência de veículos abordados foi de vans. Nesta nota etapa da Operação Verão, os fiscais observaram uma significativa redução do número de veículos fretados que têm Paraty como destino, o que já representa um efeito positivo do esforço de fiscalização. (Fonte: Angranews)

Meia boca

Ontem, trabalhadores da prefeitura roçaram diversas ruas do distrito utilizando roçadeiras a gasolina e realizando o trabalho em forma de mutirão. Entretanto, vários moradores das ruas Boa Vista e Itacuruçá reclamam que vários trechos dessas ruas não foram roçados.Foto0130[1]

Anúncios

2 respostas em “8 de janeiro de 2015

  1. Será que, diante do caos em que se encontra nosso município, os senhores “responsáveis” pelos maravilhosos blocos e o senhor secretário de Turismo e Eventos, não percebem que os moradores deveriam ser consultados? Que sem carnaval já é uma tortura estar aqui nos dias de sol e feriados prolongados?Que esta decisão, como outras, vinda de cima para baixo é totalmente irresponsável e absurda?Que não temos infraestrutura para sermos invadidos em nosso continente e, principalmente, em nossas ilhas?Que já não chega a destruição do pouco que tínhamos e, mesmo sendo uma tragedia anunciada, ainda insistem em não ver o óbvio?
    Será que são poucos os roubos, assassinatos, arrastões, etc.? Os moradores, com certeza querem exercer o direito de ir e vir, não querem funk, poluição de todo tipo, violência e muito mais… Quando vão entender que os moradores já não suportam mais viver numa cidade sem representantes, sem autoridade, sem vergonha na cara?

  2. Boa noite! Deixo aqui o meu relato e a minha indignação com a falta de segurança neste município. dia 03 //01/2015, fui a Itacuruça com meu esposo e nossa filhinha. Estacionamos nosso carro, com apenas 2 meses de uso, comprado zero KM, na rua Evelina (em frente a uma imobiliária) por volta das 11hs e na volta, em torno de 14hs, para nossa surpresa, nosso carro havia sido furtado. Ninguém viu nada. Nos dirigimos ao DPO e em seguida a Mangaratiba para fazer a ocorrência. Nosso carro tinha seguro, mas vamos ter que encarar alguns prejuízos e toda a burocracia que envolve esse processo. Ir a Itacuruça, foi um pesadelo, que nunca mais vamos repetir, e não indicamos a ninguém pela falta de segurança aos seus visitantes.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s