3 de janeiro de 2015

Frase do dia

“As pessoas são tão felizes quanto decidem ser.” A frase é do 16º presidente norte-americano Abraham Lincoln e assegura que somos os únicos responsáveis por nossa felicidade.

Via crucis

Quem pensou que a sexta-feira, sendo o primeiro dia útil do ano seria mais fácil, se enganou redondamente. Já nas primeiras horas da manhã havia engarrafamento na rodovia Rio Santos. Perto do meio dia, a lentidão se estendia desde o túnel entre Itacuruçá e Muriqui até a rede Ferraz pneus em Itaguaí. Para complicar ainda mais a movimentação daqueles que precisaram ir ao município vizinho para pagar contas e resolver problemas, os ônibus da expresso demoravam entre quarenta minutos e uma hora e sempre passavam lotados.

Mágica

Depois de uma denúncia aqui, outra ali, surgiu o motivo de diversos moradores reclamarem que o preço da passagem entre Itaguaí e Itacuruçá ter sido, misteriosamente, aumentado para seis reais e trinta centavos, ao invés dos R$ 3,20 habituais. Acontece que, com o aumento da quantidade de passageiros nesses dias de sol forte e feriado, a Expresso deslocou ônibus de outras linhas para fazer o percurso entre Nova Iguaçú e Itacuruçá. Ocorre que, entre esses, muitos são de linhas exploradas pela viação Costeira, cujos validadores não têm programação de meia passagem, apenas a inteira, a R$ 6,30.

Mágica II

Normalmente, a relação de movimentação dos ônibus da expresso que partem de Itacuruçá é a de três ou quatro, pequenos, com destino a Itaguaí para um com destino a Nova Iguaçú. Ontem foi diferente, aliás, muito diferente. Entre cinco da tarde e oito da noite, foram mais de quinze ônibus para Nova Iguaçú e apenas três para Itaguaí. Vale dizer que, além de estarem todos absolutamente lotados, quem pretendeu ir para Coroa Grande, Brisamar ou Itaguaí, “penou muito” para chegar em casa, pois ou pagava a tarifa “cheia” ou esperava mais de uma hora..

Basta um clique

O Instituto do Câncer de Mama está com uma importante campanha para salvar seu site. O site não tem obtido o número de acessos e cliques necessários para alcançar a cota exigida pelos patrocinadores para oferecerem mamografias gratuitas em troca de publicidade. Basta ir no link a seguir e clicar no ícone cor-de-rosa que diz ‘Campanha da Mamografia Digital Gratuita’. www.cancerdemama.com.br

Faz de conta – por Merval Pereira

A presidente Dilma Rousseff que tomou posse ontem para um segundo mandato continua vivendo no mundo de “faz de conta” que o marqueteiro João Santana criou para a campanha eleitoral, e trouxe de lá mais um lema que se choca com a realidade que a presidente insiste em negar. Quando afirma que o projeto de Nação que representa prevaleceu nas urnas, ela entra em contradição com a admissão de que o país exige mudanças, que se propõe a realizar mesmo que afirme sempre que tudo vai às mil maravilhas. E deleta da memória que “fez o diabo” para se reeleger, utilizando ferramentas nada democráticas que nada têm a ver com um projeto de nação, mas com um projeto de poder. (Leia a análise completa aqui: http://tinyurl.com/lbasv6r)

Francisco “o cara”

O papa Francisco promoveu uma faxina no comando autoritário da Guarda Suíça do Vaticano, implodiu o corrupto Banco do Vaticano, cerceou de forma metódica a prática ou o acobertamento da pedofilia nas fileiras da Igreja. Qual outro líder mundial teve coragem de listar os malfeitos mais graves praticados pela cúpula à sua volta e propor correções? Francisco apontou para 15 “enfermidades” da Cúria no seu franco discurso de Natal. Boa parte delas soa familiar a qualquer governante e governado: “rivalidades pela glória”, “exibicionismo mundano”, “complexo de se sentir superior”, “indiferença com os demais”, “transformar o serviço em poder e o poder em mercadoria para obter vantagens”. Francisco já avisou que quando chegar a hora vai embora. “Penso que a figura do Papa Emérito já se tornou uma instituição”, explicou em conversa informal com jornalistas, referindo-se ao status de seu antecessor Bento 16. “A partir de certa idade não somos mais capazes de governar bem. Não temos mais a força para enfrentar todos os problemas. Bento abriu a porta que é institucional, não excepcional. Se eu sentir que é a hora, farei o mesmo.”

Vale onde der

Não demora, até o trem de minério vai acabar “engarrafado” por conta de automóveis mal estacionados.Foto0121[1]

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s