12 de dezembro de 2014

Frase do dia

Se você encontrar um caminho sem obstáculos, ele provavelmente não leva a lugar nenhum. (Frank Clark)

No pulo

Como o blog informou na última segunda-feira, havia uma convocação para o representante da procuradoria jurídica da prefeitura comparecer ao Ministério Público, em Angra dos Reis, com o objetivo de prestar esclarecimentos a respeito dos processos apreendidos na operação conjunta do MP com a Polícia Federal. Na ocasião, o documento de convocação avisava que a possibilidade de não comparecimento poderia se transformar em “condução coercitiva”. Pois é. Ninguém foi na segunda. Por conta disso, ontem, o procurador Leonel Bertino Algebaile recebeu a “visita surpresa” de agentes da polícia federal que fizeram questão de “acompanhá-lo” até o MP em Angra.

Sob nova direção

Aconteceu, ontem, a eleição da nova mesa diretora da câmara de vereadores de Mangaratiba. Nenhuma surpresa de última hora, a não ser a vitória política do vereador Vitor Tenório que, com a manobra de ameaçar passar para a oposição, conseguiu tirar o apoio do governo municipal ao vereador Bondim. A nova composição passou a ser: Presidente – Vitor Tenório (Vitinho); Vice Presidente – Edu Jordão; 1º Secretário – Cecília Cabral; 2º Secretário: Chicão da Ilha.

Não é aqui

Sete suplentes de vereadores de uma cidade da Baixada Fluminense estão perto de assumir os mandatos dos titulares eleitos em 2012 e não sabem. É que uma investigação que corre em caráter sigiloso pode destronar sete membros da casa legislativa dessa cidade, por conta de um suposto esquema de corrupção montado em torno da tramitação de um processo para viabilizar a construção de moradias através do programa Minha Casa Minha Vida nesse município. (Fonte: Elizeu Pires)

Sangria

A saúde em Mangaratiba está desmoronando a passos cada vez mais rápidos. Muitos pacientes, que deveriam procurar o HMVSB, estão se deslocando diretamente para Angra dos Reis. Os motivos, muitos, entre eles a falta de anestesista em alguns dias da semana e, a partir de janeiro outro médico anestesista já informou que vai deixar o barco, com receio de que as inseguranças do sistema tragam riscos para seus pacientes. Também há falta de médicos em alguns plantões de postos de saúde.

Defesa civil

A situação não anda nada boa para o governo municipal. Depois das constantes denúncias agora chegou a vez da Defesa Civil. Nas últimas sessões na Câmara Municipal os vereadores tem questionado o serviço do órgão municipal. De um setor que deu “louros” ao executivo hoje quase não aparece no cenário da cidade. Criada por decreto no governo do saudoso prefeito Sebastião Queiróz e operacionalizada pelo ex-prefeito Carlo Busatto Junior, o Charlinho, já colocou Mangaratiba no cenário internacional. Na última sessão o vereador Zé Maria comentou que a Defesa Civil era um órgão atuante na cidade. Nos acidentes automobilísticos era a primeira a chegar e dar o suporte as vítimas. Tinha um equipe especializada e capacitada. Um pessoal bem comprometido em ajudar o próximo. Hoje lamentavelmente parece “come e dorme”, comenta o vereador. Há cerca de quinze dias atrás o mesmo tinha questionado o serviço da SEMDEC, chegando a comentar que uma instituição renomada agora estava servindo de “cabide de emprego”. Na sessão da última terça-feira veio à tona sobre as viaturas. Há informações de que a Defesa Civil tem uma viatura, alugada, que fica a disposição do secretário, enquanto poderia estar sendo usada pelo setor operacional. Diga-se de passagem, a mesma nunca foi apresentada aos munícipes. Já o vereador Alan Bombeiro continua solicitando placas de sinalização ao chefe do executivo para as praias de Mangaratiba e como sempre sendo derrotado seu requerimento pela base aliada do prefeito naquela Casa. Diga-se de passagem que outrora era feita pela Defesa Civil em parceria com a Secretaria de Transportes. O mesmo comentou que em 1997, quando era também funcionário da Defesa Civil, formaram um grupo de servidores de diversos setores da prefeitura em Salvamento em Mar. Curso esse ministrado por profissionais do CBMERJ em conjunto com a antiga Coordenadoria Municipal de Defesa Civil. Vale lembrar que as praias do Saco e Muriqui tinha uma sinalização na foz dos rios. Local perigoso e com índice de mortes. Na placa constava “Perigo correnteza” e ficou por muitos anos até ser deteriorada pelo tempo. Hoje não existe mais. É triste ver que um setor que salvou milhares de vidas, em especial do cantor Herbet Vianna, Carlos Gross ex-presidente do Banco Central, e de muitos anônimos hoje se encontra numa situação delicada e questionada. A antiga Coordenadoria de Defesa Civil já foi modelo para muitos municípios do rio de janeiro, com visitas e um trabalho de dar inveja. Ajudou e apoiou seus vizinhos em calamidades públicas. Em Angra dos Reis passou semanas ladeada com a coirmã. No incêndio no pier da Petrobras ficou mais de doze horas ajudando a debelar as chamas já que seu quadro de funcionários tinha pessoal especializado em combate a incêndio. No naufrágio do rebocador da MBR, esteve com sua equipe evitando um desastre ambiental devido aos milhares de litros de óleo diesel nos tanques da embarcação naufragada, e os técnicos municipais tinha curso na FEEMA. No caso do acidente náutico, na Ilha de Itacuruça, foi de crucial importância de sua equipe especializada em salvamento em mar para evitar que a professora Andréa Lisboa lacerada de suas pernas estivesse viva hoje para contar sua historia que virou um livro. Já no caso dos resgates em locais de difícil acesso os agentes e técnicos da Defesa Civil resgataram e salvaram vidas em matas que somente a pé poderiam acessar. Como no caso do alto de Muriqui onde uma pessoa teve um AVC e foi retirada de helicóptero pelos bombeiros, mas os profissionais estabilizaram e prepararam o local para a vítima ser içada de rapel. Em Conceição de Jacareí um esportista teve uma queda de parapente e também foi resgatado pela Defesa Civil. Vale ressaltar que o projeto com mais de quinhentas crianças na praia que era feito pela Defesa Civil hoje é conduzido pelo Corpo de Bombeiros. Uma pergunta que não quer calar: onde se encontram os veículos doados pelo governo estadual para a Defesa Civil (modelos blazer e gol)? Será que todas as viaturas estão na Defesa Civil ou estão emprestadas a outros setores? Enfim, o que está acontecendo com a querida Defesa Civil que hoje se encontra no anonimato, e, sua grande visibilidade e trabalho se perderam ao longo dos anos? Ou será que teremos de ter uma desgraça para que sua equipe possa aparecer? (Fonte: Portal Mangaratiba)

Sem resposta

No requerimento abaixo não há uma única pergunta que não mereça resposta. No entanto, na sessão de ontem, ele foi rejeitado pela maioria governista.JLP

JLP1

JLP2

Anúncios

2 respostas em “12 de dezembro de 2014

  1. Sabendo da falta!!
    Todos nos sabemos!Algo q se arrasta desde outro governo…O Vereador em pauta seguiu o caminho certo, fez seu papel de fiscal…Mais esbarrou no corporativismo, que no qual ele mesmo fez parte a pouco tempo…
    Boas reivindicações..

  2. Dois vereadores faziam parte do bolo até pouco tempo. Um deles tinha sua empresa de ônibus contratada pela Prefeitura, e viu esta ser substituída. E um dos requerimentos rejeitados foram deste vereador sobre o contrato de outra. Porque ele não pediu informações sobre os antigos contratos também, época em que o contrato dele estava vigente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s