5 de dezembro de 2014

Frase do dia

Se é pra ir, vamos juntos. Se me der um beijo eu gosto. Se me der um tapa eu brigo. Se me der um grito não calo. Se mandar calar, mais eu falo. (Recado – Gonzaguinha)

A voz do povo

Acontece hoje, a partir das dez horas da manhã, na praça Robert Simões, no centro de Mangaratiba, o evento de protesto mobilizado através das redes sociais denominado “Fora Capixaba”. A manifestação, em si, não tem nenhum efeito prático, além da demonstração da insatisfação da população. No entanto, tem devastador efeito político, especialmente sobre os vereadores que ainda se mantém na defesa da atual gestão do município.

A propósito

Corre, nas redes sociais, a informação que a guarda municipal estaria multando todos os veículos que estão com o adesivo “Fora Capixaba” colado no vidro. É verdade que, há algumas semanas, a mesma GM foi utilizada para recolher exemplares do jornal “Notícias Rota Verde”. Contudo, não dá para acreditar que servidores públicos se prestariam a esse papel de “polícia política”, ao arrepio de suas atribuições e das leis.

Boa nova

Ontem, o blog informou a questão da falta de capina na rua Irene Mafra, mais conhecida como “rua Existente”, no final da Brasilinha. Hoje, é nosso dever registrar que a equipe de capina da prefeitura esteve no local e realizou a limpeza que todos os moradores esperavam. Nossos parabéns à equipe do José Antônio, administrador do distrito.

Saúde

A comunidade do Batatal situa-se a meio caminho entre o primeiro distrito e Conceição de Jacareí. A única opção de transporte dos moradores é uma linha de ônibus, explorada pela viação “Serra do Piloto”, que passa de três em três horas e encerra as atividades no início da noite. Pois, mesmo vivendo nessas precárias condições de acesso a socorro, a prefeitura praticamente desativou o posto de saúde local. A administradora foi demitida, os médicos dispensados, o motorista da ambulância devolvido ao setor de transportes. A unidade deixou de prestar atendimento 24 horas. Só restou aos moradores, como recurso para emergências, o HMVSB, distante cerca de trinta quilômetros, se conseguirem condução ou carona.

Desmonte

Além do PS do Batatal, a administradora do Posto de saúde de Itacuruçá, conhecida no município como Claudinha, também foi afastada de sua posição. De acordo com suas palavras, podemos entender os motivos: “Eu aprendi que neste município você não pode mostrar que esta trabalhando. Tem que concordar com tudo e todos e deixar a população sem um bom atendimento e sem solucionar seus problemas. É isso que nossos gestores gostam. Quem faz a diferença incomoda e perde seu emprego, igual ao que fizeram comigo. Mas, eu nunca vou abaixar minha cabeça e acatar ordens de pessoas que não têm competência. Por ter discutido com a secretaria do secretario de saúde, por ela estar querendo dar ordens no meu serviço, me tiraram do cargo. Pelo que eu sei, secretária responde ao secretário e não possui poder para dar ordens a ninguém. Mas, neste município tudo acontece. O bom é que está quase acabando. Vamos ver se daqui a dois anos estarão com esta pose. Obrigado a todos que me apoiaram nestes 4 anos.” (Claudia Lima)

Na educação

Não é só na área da saúde que as coisas parecem estar fora dos trilhos. Uma moradora assim se manifesta a respeito de um assunto na área da educação: “Quero postar publicamente algo que tentei fazer por caminhos “normais”, ou seja, tentei fazer contato com a Secretaria de Educação do município, por telefone, porém como tudo aqui em Mangaratiba, não foi possível por não atenderem ao telefone. Então, não perderei meu tempo em me dirigir até a Secretaria, por algo que por telefone talvez fosse resolvido e evitaria mais desgastes. Quero deixar registrado o repúdio quando a escolha e capacitação de funcionários que lidam com o transporte escolar. Não é admissível que uma monitora, destrate os alunos e os instigue a resolver “as diferenças” que os mesmos tenham com a “capacitada” profissional de forma totalmente leviana, alegando que a 100 metros do veículo, ela resolve no tapa. Esta mesma profissional fala impropérios contra as crianças, contra até mesmo diretores de unidade escolar, pois alguns alunos indignados disseram que iriam falar com o Diretor da escola e a mesma debochou e ainda ofendeu a moral e a vida do Diretor. Tal prática levará os responsáveis a tomarem providências nem sempre corretas, pois se não temos respaldo e competência dos responsáveis por esta profissional, o assunto acaba ficando mais perigoso e desastroso. Senhora Secretária de Educação e/ou aspones: queiram fazer a gentileza de tomarem as providências cabíveis para que o ano letivo termine de forma menos desastrosas do que já vem ocorrendo em toda educação. O nome desta “monitora” é Nelma ou Neuma e se comporta como uma desclassificada, não possui capacitação para uma função que requer mais que abuso, se ela não valoriza a função, não serão os responsáveis que terão que ter compreensão com a forma com que ela lida com a tarefa que seria de impor respeito e tranquilidade dentro do ônibus escolar. Os problemas são com diversos alunos e não podemos conviver com mais este absurdo. Vamos terminar este ano desastroso de forma menos danosa para os alunos. Já basta o próprio ano letivo. Obs: Sou responsável por aluna da melhor escola do município que é a Municipal de Ibicuí e exijo respeito aos alunos como são respeitados nesta escola.” (Lilian Baptista na página Política de Mangaratiba)

Falta de transparência

A respeito dessas mazelas, assim se manifesta o vereador que há mais tempo faz oposição à atual gestão: “Eu, vereador Alan Bombeiro, informo à população de Mangaratiba que, como legislador, gostaria de dar uma resposta a tudo que tem acontecido na cidade. No entanto, esclareço que os ofícios que são enviados do meu gabinete ao poder executivo nunca são respondidos e os requerimentos protocolados por mim não são aprovados na Câmara Municipal. Como muitos cidadãos, espero que essas respostas cheguem com urgência, principalmente por parte da Justiça.”

Sessão da câmara

Na antepenúltima sessão do ano da câmara municipal, e diante dos escândalos e denúncias que pipocam aqui e ali, os vereadores de Mangaratiba, ao que parece, resolveram desaparecer. Na Sessão de ontem só estavam presentes os vereadores Alan Bombeiro, José Luiz do Posto, Charlies Graçano, Zé Maria e Pedro Capixaba. Considerando a presença de menos da metade dos senhores Edis, e a evidente falta de quorum, não houve sessão.

Mais um gol do baixinho

Há nove anos minha vida deu uma guinada. Era 2005 e eu, aos 40 anos, me surpreendi com o nascimento de uma filha com síndrome de Down. Meu desconhecimento sobre o assunto era tão grande que sofri por alguns minutos. Foram poucos, graças a Papai do Céu. O amor por aquela criança dissipou rapidamente qualquer sentimento ruim. As notícias sobre o assunto não foram as mais razoáveis, as pessoas cochichavam sobre as características da síndrome, o mundo era outro. Alguns até acharam que eu esconderia minha princesa, mas, sendo um homem público, chamei uma coletiva para anunciar. Vamos falar sobre a síndrome de Down? Naquele mesmo ano, me despedi da Seleção Brasileira, com um gol contra a Guatemala, em um jogo de ampla cobertura da mídia, mostrei ao mundo que vestia a camisa da causa: “Tenho uma filhinha Down que é uma princesinha!” Foi assim, apresentando minha filha ao mundo que mudei muita gente, assim como mudei a mim próprio. Ivy veio ao mundo com uma responsabilidade enorme, mudar o Romário. Ela fez isso tão bem que, junto com esse pai babão, mudou milhões de pessoas. Quem a conhece sabe de sua luz, alegria, inteligência e amor que encanta a todos a sua volta. Graças a ela, hoje sou uma pessoa mais sensível, paciente, compreensivo. Ela me deu um novo sentido para viver. E hoje, no Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, eu agradeço a ela por tudo. Especialmente pela oportunidade de lutar por pessoas. Por contribuir para melhorar a vida de tantas pessoas com síndromes, deficiências, doenças raras. Com 9 aninhos, ela ainda não tem dimensão de sua importância para este mundo, mas um dia terá. Gratidão à Ivy. Obrigado por tudo, minha filha! (Romário Faria – senador eleito)

Anúncios

4 respostas em “5 de dezembro de 2014

  1. Poxa Claudinha…Uma pena!!
    Na verdade eu nunca tive probrema com ela….kkk…Mais se foi aquela arrogante e destemperada da Cléiaa, ja ta na hora de alguem sair com essa mulher de Mangaratiba…..Que nada de beneficio ela tras para Mangaratiba…
    Lamentável amiguinha….bjs

  2. Bom dia Lauro e leitores do Blog!
    Tenho q ressaltar e engrandecer o trabalho dos colegas da Sec de Serviços Públicos e Adm. De Itacuruça, que atenderam de forma rápida e eficaz o pedido de limpeza da Rua Irene Mafra ou Existente…..Agradecer ao meu amigo Administtador Zé Antonio pela limpeza da mesma……Muito obrigado a todos!!
    Um abraço a todos..

    Marcelo Meyer.

  3. MANGARATIBA MERECE RESPEITOOOOOOOOOOOO!!!!
    hahaahaahhaa…..Como anda nas redes sociais, virou piadaaaa…..haahhahaha….Mangaratiba é seleiro de oportunistas, que olham para o nosso Municipio como sendo um gugante bolo que todos querem abocanhar…..Vai arrumar um emprego!!
    Manifestaçao sem impacto algum, tremenda bobeira…..Estão tentando fazer do ocorrido um trampolim politico…
    E veja q sou totalmente contra a atual adm. Porem sou contra a pessoas qye nunca sequer conhecem Mangaratiba e tentam umsar nosso Municipio….

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s