29 de novembro de 2014

Frase do dia

Há momentos em que ao dizer “sim” para os outros, dizemos “não” para nós mesmos. (Paulo Coelho)

Com cautela

Denúncia publicada em uma rede social informa que há um educador no abrigo “Lar Marilisa”, destinado a crianças e adolescentes em situação de risco, que não cumpre seu plantão, não faz o registro diário das ocorrências, não cuida dos medicamentos para os acolhidos nem do bebê que está no lar. De acordo com essa denúncia, ele apesar de trabalhar de sete da manhã às dezessete horas, registra o ponto como se tivesse feito plantão de vinte e quatro horas. (Da página Gamboa alerta)

Desabafo

Gostaria de deixar registrada toda a minha indignação por todo o ocorrido no pior governo da história de Mangaratiba, pois, o distrito onde mora nosso governante está jogado, imagino o resto. Choque de ordem funcionou somente dois dias, depois, os quiosques viraram boate, escolas de samba. Antigamente, morar em frente à praia você “tirava onda”. Hoje moramos em favela. Tem gente mijando no meu muro. Usuários de drogas. Eles pouco se importam se tem crianças, adultos ou idosos. Colocam suas partes pubianas para fora e mijam sem qualquer pudor.. Depois, os governantes não querem que falemos, que reclamemos. Se eu pago meus impostos, tenho o devr cívico de votar, também tenho de reivindicar. O funk, nem se fala. Domingo passado, fui reclamar de um carro de som tocando funk. O rapaz teve a cara de pau de me responder: “Aí, colega, não vou abaixar, pois vim de São João do Meriti para zoar.” E ninguém faz nada! (Cristal Maria – via facebook)

Terra dos Breves

Enquanto em Mangaratiba, terra do maior traficante e proprietário de escravos do Brasil-Colônia nada foi feito para comemorar o “Dia Nacional da Consciência Negra”, uma exposição de fotografias em preto e branco chama a atenção de quem passa pela Casa Larangeiras, no Centro de Angra dos Reis. Aberta na última quarta-feira, dia 19, a mostra intitulada ‘Belezas, poesias e identidades‘ segue em exposição até o dia 30 de novembro e faz parte da programação da Semana da Consciência Negra. Desta vez, ao contrário da temática de várias outras mostras fotográficas na cidade, focadas em lugares e patrimônio, nesta exposição é retratada a riqueza e a beleza do povo negro de Angra. A mostra é realizada pela Prefeitura de Angra dos Reis, com o apoio de profissionais de fotografia do Studio F4. (Fonte: Angranews)

Gol de Romário

O novo senador, que já surpreendeu em sua atuação como deputado federal, já dá mostras de que também fará sucesso no senado. Em seus últimos dias como deputado federal, ele apresentou, na Câmara, o projeto de Lei 8152/2014, que acrescenta artigo ao Código Penal e tipifica como crime a famosa “carteirada”. O agente público que utilizar o cargo ou a função para deixar de cumprir obrigação ou para obter vantagem ou privilégio indevido poderá pegar de três meses a um ano de detenção. Seu PL teve como motivação o caso da agente da Lei Seca, Luciana Silva, condenada a pagar indenização de R$ 5 mil por danos morais ao juiz João Carlos de Souza Correa. Em análise na legislação vigente, não foi encontrado uma norma penal específica que defina a conduta a “carteirada”. Em raras situações, as autoridades acabam enquadrando como abuso de autoridade ou crime de concussão. Tipificações nem sempre aceitas pela comunidade jurídica.

Para pensar

Cinco delatores do Petrolão já acertaram que devolverão quatrocentos e vinte e cinco milhões de reais. Se os nove que estão arrolados no processo tomarem a mesma decisão, chegaremos a mais de um bilhão de devoluções. Um bilhão. Ainda não inventaram um palavrão que faça jus a essa quantia. (Ancelmo Góis)

Para pensar II

Ontem, vimos mais uma sessão do silêncio e da permissividade. Por mais que os vereadores entrem com requerimentos pedindo e convocando explicações do Chefe do Executivo a rejeição é imediata. Nada pode incomodar a gestão do Prefeito Municipal. Nada pode aparecer e comparecer para os vereadores de “oposição”. Entendemos que a democracia existe e cada um tem uma linha de raciocínio sendo assim respeitada. Mas não descartem que os eleitos devam pensar com a sensação do povo que os assentaram naquela cadeira. Hoje os munícipes querem transparência nos atos do executivo, pois, a mídia tem mostrando escândalos periclitantes tanto na esfera federal quanto na municipal. Há quem diga que pelo menos há uns noventa dias vê vereadores falando somente uma palavra: presente. Que não os vê no púlpito debatendo, questionando mostrando algo de interesse relevante para nossa cidade. Impossível dizer que tudo está sobre controle. Impossível querer resumir sua estada naquela “casa de leis” através de suas indicações. Impossível aceitar que essa inércia não nos conduzirá a pensar muita coisa ruim em nossas cabeças. O triste é saber que os boatos de outrora se transformaram em denúncias graves de hoje. E pior com confissões, delações e depoimentos que já não se fazem sigilosos da mesma forma que o processo cível e criminal está transcorrendo. O tapete ficou pequeno diante de tanta sujeira ali lançada. Perdemos nosso capital de giro e com ele só nos resta um verão de colapsos em todos os setores. Neste silêncio não há vencedor nem vencido há sim um sentimento de vergonha e tristeza. Até porque o povo calado está pensando e seus pensamentos se resumem ao próximo pleito eleitoral, lamentavelmente. Hoje temos um exemplo vivo das últimas eleições onde somente o vereador José Luiz do Posto foi reeleito. Pensem nisso nobres legisladores. Lembre, também, que alguns já tiveram o dissabor de passar quatro anos fora dessa “Casa” e foi dada a oportunidade de retorno. Jamais se esqueçam de que são cúmplices de todos os atos praticados pelo executivo nessa cidade, tanto positivo ou negativo. (Fonte: Portal Mangaratiba – editado)

Batendo forte

Na sessão da última quinta-feira o vereador José Luiz do Posto, como se dizia antigamente, “matou dois coelhos com uma só cajadada” ao entrar com um requerimento para saber sobre o mamógrafo do Hospital Municipal. Dois coelhos porque, de um lado, cobrou explicações ao poder público e, de outro, seu requerimento foi rejeitado por seis vereadores que terão de justificar esse voto para seus eleitores.Mamógrafo

Anúncios

5 respostas em “29 de novembro de 2014

  1. Para quem não reparou é só ler o numero do requerimento do vereador José Luís do Posto.. Numero 6.

    Estarmos em novembro de 2014! Mês 11 e só 6 requerimentos?

    Kkkkk kkkkk

    Mais um que quando era “governo” não via nada.

    Se fosse eu já teria numerando esses requerimentos em mais de 2000.

    Kkkkkkkk

    Kkkkkkkkkk

  2. Hoje cedo, caminhando por itacuruçá, reparei que a cidade estava (de certa forma) limpa. Percebi que os canteiros da Avenida Santana estava limpo e a Braailinja, próximo a linha férrea também. Cito essas ruas pq são considerados pontos críticos.

    O que ocorre é o seguinte:
    DIANTE DA FALTA DE EDUCAÇÃO DO POVO, CONCLUÍ QUE NÃO ADINDA LIMPAR NADA PORQUE PORVOS VIVEM NO LIXO. NA AVENIDA SANTANA JÁ ESTÃO SALOLAS DE LIXO NO GRAMADO E NA BRASILINHA PROXIMO A LINHA FÉRREA TAMBEM. NENHUM DESSES LOCAIS ESTÃO IDENTIFICASOS COMO DEPÓSITO OU REVOLHIMENTO DE LIXO. AS PESSOAS DESPEJAM O LIXO ONDE ACHAM QUE DEVIRIAM SER LIXEIRAS.

    ATUALMENTE A PREFEITURA ESTÁ MUITO DEFICIENTE DE TUDO E QUANDO EXECUTAM OS SERVIÇOS ESSENCIAIS O POVO NÃO COOPERA. DE CERTA FORMA, O POVO QUE JOGA LIXO NAS RUAS SE EQUIPARA AOS DEMAIS QUE FREQUANTAM NOSSA CIDADE NOS FINS DE SEMANA, TRAZENDO MUITA BADERNA.

    ISSO É SÓ UM DESABAFO. LAMENTO MUITO E TENHO PENA DA CIDADE E DESSAS PESSOAS .

    NÃO ADIANTA TER COMO PREFEITO O CHARLINHO, O AARÃO, (MUITO MENOS) O CAPIXAÇA, O “ZÉ DAS COUVES”…, SE O ALGUNS NÃO TEM UM CONCEITO BÁSICO DE EDUCAÇÃO.

    ISSO É DE MODO GERAL, MAS AQUI AINDA É PIOR PQ O POVO RECLAMA DE FALTA D’AGUA MAS DEIXA A TORNEIRA ABERTA, RECLAMAM DA COLETA DE LIXO E JOGAM O LIXO NA RUA, RECLAMAM DO DESMATAMENTO E CORTAM ÁRVORES…

    TENHO VERGONHA E PENA DESSES SERES HUMANOS TÃO POBRES DE ESPÍRITO.

    ISSO FOI UM DESABAFO.

    ME DESCULPEM POR ALGUMA COISA. A OFENSA SÓ É VÁLIDA PARA QUEM SE SENTIR OFENDIDO(A).

  3. Agora é tarde, não adianta querer dar uma de bom moço na atual conjuntura. A culpa de tudo que estamos passando é do Sr. Vereador, que na ocasião da votação da cassação do prefeito o Sr. roeu a corda por interesse próprio, com uma explicação nada convincente. Tenho esperança que o povo de Mangaratiba na próxima eleição irá renovar o quadro de vereadores, pois todos que ali estão não deveriam ter sido eleitos, pois até o presente momento não mostraram capacidade administrativa e nem tão pouco honraram os votos recebidos. Infelizmente, em Mangaratiba o voto é de cabresto e de quem paga mais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s