30 de outubro de 2014

Frase do dia

Quando você precisa tomar uma decisão e não toma, está tomando a decisão de não fazer nada. (William James)

Descaso

Eu pertenço ao Conselho dos Deficientes e desde março foi revogada lei municipal para que os ônibus sejam adaptados para cadeirantes, porém nada se faz. Onde estão as leis e indicações de nosso município? Vi, em Mangaratiba, uma senhora cadeirante que teve de esperar o outro ônibus para Itacuruçá, pois o que havia chegado no ponto de ônibus não era adaptado. Ainda algumas pessoas pensaram em pegar a senhora no colo, mas mesmo assim não resolveria, pois o ônibus somente tinha a porta da frente de entrada e a roleta muito próxima à porta não dando acesso à pobre senhora. Foi muito triste ver a mesma ficar para trás para aguardar o próximo ônibus. (Pastor Eli Peixoto via face)

Trabalho escravo

Um chinês de 17 anos foi resgatado do trabalho em condições análogas às de escravo em Mangaratiba. Desde que chegou ao Brasil, trabalhou diariamente em uma pastelaria, sem descanso ou salário, por dois anos até conseguir fugir. Depois de caminhar 20 quilômetros de madrugada, foi encontrado por policiais que o conduziram a um escritório do Conselho Tutelar. Como não falava português, nem mandarim, a comunicação só foi possível através de uma ferramenta de tradução pela internet. A locomoção da vítima foi restringida, segundo a fiscalização, porque seu passaporte ficou retido com os responsáveis pelo estabelecimento. Encerrado o expediente às 22 horas, o rapaz ia para o andar de cima, onde ficava seu alojamento e de outros três chineses adultos que também trabalhavam na pastelaria. Apertado e sem janelas, o local foi considerado em condições degradantes, o que colaborou para a caracterização de trabalho escravo segundo o artigo 149 do Código Penal. O jovem libertado contou à fiscalização ter chegado ao Brasil em 2012, de avião. Sua passagem foi paga pela mãe e a viagem foi feita com cinco conterrâneos desconhecidos de sua cidade natal. No Rio de Janeiro, o grupo foi recepcionado por um homem, que os levou até uma casa. O dono da pastelaria chegou logo depois e levou a vítima para o local onde ela trabalhou até fugir. O adolescente ainda relatou nunca mais ter tido contato com os demais chineses. (Fonte: Blog do Sakamoto – Uol)

Solidariedade

Manifestação do vice-prefeito de Mangaratiba por ocasião do dia do servidor público. “Como cidadão mangaratibense, como vice prefeito e principalmente como agente político representante da população, não posso deixar de emitir meu posicionamento diante dos fatos que ocorrem neste final de ano com nossos servidores municipais. É de conhecimento de todos, as exonerações em massa que assolaram Mangaratiba neste mês de Outubro e que se estenderão ao próximo mês. Assim, visto que mais uma vez se demonstra total insensibilidade por parte da administração municipal, tenho como dever prestar minha solidariedade as famílias que da noite para o dia, não poderão contar com seus proventos e chefes de família deixarão de fazer parte do mercado de trabalho e engrossarão as estatísticas de desemprego em nossa região. A falta de gerenciamento nestas nomeações levou o Ministério Público a identificar excesso de servidores contratados e comissionados acima do limite da lei. Tal prática vem se perpetuando em nosso município por vários governos e deve ter um fim. Não se pode simplesmente usar o servidor e descartá-lo como peças de um jogo que não se quer ou não se pode mais jogar. Aponto neste momento os “bastas” que se fazem necessários para que Mangaratiba tenha desenvolvimento real e deixe de lado as práticas equivocadas de se governar: Não podemos mais promover o inchaço da máquina pública para manutenção do poder e para manipulação eleitoral da dependência destas pessoas. Precisamos urgentemente de concurso para entrada no Serviço Público, mantendo os contratados dentro do limite permitido por lei. É de extrema importância que se ofereça a população cursos gratuitos voltados para a prova de admissão, aumentando as chances destas vagas serem ocupadas por moradores de Mangaratiba e estimulando a auto estima de nossa população que teme a concorrência dos candidatos de fora do município, pois é esta a imagem que se proclama entre nossa gente, visto que não se tem até hoje a confirmação de qualidade no ensino público oferecido a população. Educação também é parte integrante deste problema e deve participar desta proposta já que teríamos como consequência, o ingresso de pessoas mais qualificadas na administração pública e em outras áreas do mercado de trabalho. Qualificar e capacitar os efetivos, que são o maior patrimônio da PMM, principalmente na área de Educação, pois sem isso, nunca teremos alunos preparados! Investir urgentemente em pessoal de Saúde, também é prioridade, pois Saúde se faz por pessoas e precisamos aumentar a oferta de médicos clínicos e pediatras nos postos e especialistas no hospital. Sem investimento, não há qualidade, não há satisfação, não há confiança! Porém, neste momento, não posso me permitir a omissão de não me manifestar, já que um equívoco administrativo, está causando transtornos, sofrimento e injustiça social. Deixo meu profundo pesar em não possuir poder para minimizar neste momento as consequências tão dolorosas da falta de planejamento da atual gestão.” (Rui Tavares Quintanilha – Vice-Prefeito)

Martelando

Discurso do vereador Alan Bombeiro no Tema Livre, da sessão da última terça-feira. “Mais uma vez falei da prevenção. Lembrei que melhor do que salvar, bom é fazer a prevenção. Segui raciocínio fazendo a seguinte pergunta. Até quando vão morrer pessoas para que providências a respeito de ações preventivas serão colocadas em práticas no município? Destaquei que o verão se aproxima, as chuvas de janeiro estão chegando e a cidade está abandonada. Ao longo de 2013, fiz diversas indicações ao Executivo. Quase nada foi feito! Na câmara, por exemplo, discutimos a respeito do desassoreamento do canal do Leitão, na Praia do Saco, e Rio da Prata, em Muriqui. Minha preocupação é o que será dessas famílias que vivem nessas imediações. Venho sempre lembrando que esses serviços deveriam ter sido feitos há tempos, inclusive porque já conseguimos a licença ambiental para a intervenção e não foi feito. Outras indicações dizem respeito a colocação de geradores nos pontos de apoio da Defesa Civil e instalação de pórticos padronizados e placas indicativas nas repartições públicas emergenciais: Delegacia, Polícia Militar, Defesa civil, Bombeiros, Samu, hospital e postos de saúde. Também lembrei de um requerimento que fiz para a colocação de lombadas em curvas perigosas na cidade. A solicitação foi para instalação de quebra-molas antes e depois da curva entre Ibicuí e Apara, como também no acampamento logo após a reta próxima ao Parque de Exposição. Chamei atenção para os locais onde já aconteceram várias mortes, como o que aconteceu com um amigo que perdemos em Ibicuí recentemente. Abordei também, a questão dos guarda-vidas nas praias. O município de Mangaratiba resgatou um projeto antigo de GVMs que funcionou muito bem no verão de 2013, mas em 2014, esse efetivo diminuiu gradativamente resistindo apenas na Praia do Saco, onde existe o grupamento marítimo. E as outras praias? Em relação ao servidor público, quero dizer que sinto muito o que está acontecendo com os cortes e exonerações desse governo.” (Vereador Alan Bombeiro via facebook)

Terça-feira quente

Um dia que deveria ser de festa e comemorações pela passagem do dia do servidor público acabou vindo à baila as possíveis demissões em massa na prefeitura de Mangaratiba. O vereador José Luiz do Posto, em seu tema livre, disse estar decepcionado pelas informações de que o chefe do executivo fará uma demissão em massa, de pais de família próximo ao período natalino. Disse ainda que recorrerá às últimas instâncias pelo servidor, e quer saber minuciosamente de que forma estão sendo feitas estas demissões e seus critérios adotados, ressaltando maiores esclarecimentos na relação dos servidores efetivos que terão suas gratificações e abonos cortados. Comentou que o Tribunal de Contas do Estado recomendou que fossem feitas adequações na questão dos contratados e comissionados e não demissões imediatas. Que se for configurado isso, será um ato covarde com os valorosos funcionários da Prefeitura. E o motivo disso é a falta de planejamento de um governo que está retrocedendo a cidade, disse José Luiz. Falou que sempre deu governabilidade ao prefeito e outrora impediu a sua cassação porque não aceitaria um ato político ser o responsável por sua substituição. E que não aceita em hipótese alguma ver esses pais de família sem condições para comprar um panetone, sua cesta de natal e seu pão de cada dia. Frisou que esse ato covarde será investigado detalhadamente e que entrará com requerimentos para saber o que realmente está sendo feito. Que essa semana, ainda, irá ao TCE e demais órgãos públicos se orientar de que forma pode interceder pelo servidor municipal. (Fonte: Portal Mangaratiba)

Piorando

O clima econômico no Brasil é o pior desde janeiro de 1991, quando o país ainda sentia os efeitos do confisco da poupança no ano anterior pelo então presidente Fernando Collor de Mello, segundo pesquisa da Fundação Getúlio Vargas. Na pesquisa, o Brasil aparece em julho com 55 pontos do chamado Indicador de Clima Econômico, que mede desde o desempenho da economia até inflação, contas do governo e comércio exterior. É a pior avaliação desde os 54 pontos de janeiro de 1991. Números acima de 100 são considerados “favoráveis”, indicando expansão e confiança na economia; abaixo desse patamar, indicam tendência recessiva. Na avaliação anterior, feita em abril, o país aparecia com 71 pontos. A deterioração do indicador em julho decorre das sucessivas revisões para baixo do crescimento econômico, da resistência da inflação, das perspectivas estreitas de investimento, da fraqueza das contas externas e dos gastos públicos elevados. O clima econômico é uma combinação de dois subitens: situação atual e expectativas nos próximos seis meses. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

Não era boato

Do mesmo modo que Fernando Collor acusou o candidato Lula de pretender confiscar a poupança dos brasileiros na eleição de 1989 e, assim que eleito foi ele que a confiscou, o PT disseminou a ideia de que o candidato Aécio iria acabar com o programa “bolsa família”. Agora, passadas as eleições vejamos o que está acontecendo. “O presidente nacional do PT, Rui Falcão, se reuniu nessa terça-feira com a bancada do partido na Câmara para debater medidas a fim de controlar a recessão econômica enfrentada pelo governo Dilma. Uma das propostas mais discutidas na reunião foi a de reduzir o valor do Bolsa Família em 50% já de imediato, a partir de janeiro de 2015. Também foi posto em pauta um eventual fim para o programa em 2017. Falcão defendeu a ideia e disse que o programa “já cumpriu o seu papel e deve ser suspenso em breve”. Aparentemente, a presidente Dilma compactua com Rui Falcão e também quer o fim do “bolsa família”. A bancada petista deve se reunir novamente nas próximas semanas para discutir mais a fundo essas medidas.” (Fonte: Portal Uol)

Anúncios

Uma resposta em “30 de outubro de 2014

  1. Piadaaa Lauro…
    Zé Luiz do Posto cobrando ao executivo explicações das demissões….Balela!!Falta de vergonha na cara…A população tem mesmo é q cobrar ao Vereador, o pq q na ultima eleição o Zé foi um dos vereadores q ajudou arquivar o processo de cassacao do Prefeito, pois ele, Edinho e tantos outros estavam na ruas falando q ate preso o atual prefeito seria…..Enfim! Se ele tivesse tomado as devidas providencias naquela época hj talvez Mangaratiba nao estivesse vivendo tamanha crueldade…
    Mais tudo isso nao de demagogia!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s