26 de outubro de 2014

Frase do dia

Caso os principais institutos de pesquisa voltem a cometer erros gritantes, já dispõem de uma boa desculpa: foi o debate da Globo que mudou tudo! (Reinaldo Azevedo)

Universal

Uma unidade da Igreja Universal do Reino de Deus em Duque de Caxias, na baixada fluminense, foi lacrada na manhã de ontem, por fiscais do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro. O motivo foi a descoberta, através de denúncia anônima, de farto material de campanha do candidato do PRB, Marcelo Crivella e listagens com números de títulos de eleitores no local. Segundo a diretora-geral do TRE-RJ, Adriana Brandão, havia no templo um formulário que era preenchido pelos eleitores com dados pessoais, a zona eleitoral e a seção em que votam. O material apreendido foi encaminhado para o Ministério Público. O candidato, segundo o Tribunal Regional Eleitoral, pode responder por abuso de poder econômico e propaganda irregular, conforme as análises dos elementos encontrados na igreja. (Fonte: Jornal do Brasil)

Sem memória

É evidente que políticos dizem o que lhes interessa no momento, sem dar atenção aos registros históricos. Assim voltou a fazer o ex-presidente Lula que, há vinte anos, chamou José Sarney de “ladrão” e Itamar Franco de “filho da puta” e nessa semana afirmou: “Eu fui candidato cinco vezes, vocês nunca me viram na TV ser agressivo com alguém. Porque eu acho que se um homem fosse chamar o outro de mentiroso na cara, era pra sair logo ‘no pau’.”

Com o dinheiro dos outros

Além da artilharia pesada da oposição, antes e no meio desta campanha eleitoral, sobre a corrupção na estatal, a Petrobras virou alvo do Ministério Público Federal por causa de um muito suspeito pagamento adicional ao governo da Bolívia pelo chamado ‘gás rico’. A petroleira repassou em setembro à Bolívia, cerca de 434 milhões de dólares por aditivo contratual, para pagar fornecimento de gás, retroativo desde 2006, algo que o contrato inicial não estipulava com a petroleira boliviana YPFP. A polêmica é maior porque o dinheiro foi repassado na reta final da vitoriosa campanha de reeleição do presidente Evo Morales para o seu terceiro mandato. O adicional foi um acordo político de aliados: um pedido de Evo para o então presidente Lula, anos atrás, que se formalizou mês passado. (Do blog Coluna Esplanada)

O seu dinheiro

Dilma diz que a inflação está sob controle. Mas veja só. Os preços das frutas da Ceasa, em Irajá, no Rio, estão subindo. Segunda da semana passada, a caixa de 18 quilos de tomate estava a R$ 70. Na quinta, havia passado para R$ 50. Já no sábado, a mesma caixa estava a R$ 90. O pior ocorreu com o limão. A caixa com 20 quilos aumentou de R$ 70 para R$ 130 em dois dias. O abacaxi, que nesta época em 2013 custava R$ 2, agora custa R$ 5. (Ancelmo Góis)

Nos estertores

Depoimento publicado em uma rede social: “Aconteceu comigo agora às 19 hs desta sexta feira tensa. Fui a uma banca de revistas comprar a “Veja” e o jornaleiro me disse que não tinha. Ele estava com cara de assustado. Perguntei se acabou ou se ele ainda não havia recebido a revista. Vendo que eu não era da prefeitura ele tirou uma revista de uma caixa e me vendeu. Me contou que a prefeitura havia passado uma hora antes em um carro com dois funcionários e retiraram todas as revistas. Foi ameaçado por estes mesmos funcionários, que se ele vendesse algum exemplar ele não teria a licença dele renovada, pois é a prefeitura quem dá a licença de funcionamento. Contou também que isso havia acontecido em todas as bancas da região. Pois bem, esta ai o PT, o Haddad e toda esta corja que dizem que querem mudar o Brasil. Querem mesmo! Nunca havia sentido o que senti agora a pouco. Como é que dá para discutir com um petista, pois se é este o país que querem para o futuro, digo aqui em alto em bom som. “Eu não quero”. Digo mais, se alguém concorda com este regime atual e atitudes fascistas como esta, que se retirem do meu Face. Seja quem for, se o não fizerem, eu o farei. Gente pequena!” (Beto Pandiani –via facebook)

Exemplo

A Alemanha aboliu completamente as mensalidades das universidades em todo o seu território. A gratuidade também vale para estudantes internacionais. Agora, qualquer pessoa, de qualquer nacionalidade, pode estudar lá sem pagar nada. Comparadas a instituições de outros países, como os Estados Unidos, as universidades alemãs já cobravam mensalidades relativamente baixas. Em média, o aluno precisava pagar cerca de 500 euros por semestre, além de ter direito a diversos benefícios, como transporte barato ou gratuito entre cidades. A gratuidade na oferta de educação superior é uma tendência em diversos europeus, com algumas exceções, como o Reino Unido. Gabrielle Heinen-Kjajic, ministro da Baixa Saxônia, a última região alemã a abolir as mensalidades, disse que a decisão foi tomada porque “não queríamos um ensino superior que dependesse da riqueza dos pais do estudante”.

Montagem

Um internauta observou e denunciou, através de uma rede social, a montagem “descarada” de uma manifestação petista que, à primeira vista, parecia formar uma multidão enchendo as ruas. Observe na imagem que o mesmo manifestante aparece em vários pontos da passeata.Montagem

Anúncios

5 respostas em “26 de outubro de 2014

  1. Sem memória

    O Ministério da Saúde informa, cachaça faz ma para memória…

    Pudim de pinga, canalha e segundo o Alberto Youssef e PRCsta, ladrão.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s