17 de outubro de 2014

Frase do dia

O sorriso custa menos que a eletricidade e dá mais luz. (Provérbio escocês)

É verdade

Durante toda a campanha eleitoral de 2012 para a prefeitura de Mangaratiba, a atual gestão municipal explorou o fato de a candidata Andréia Busatto ter sido cassada. Era mentira, vez que o processo em questão ainda estava tramitando. Ontem, na sessão plenária do Tribunal Superior Eleitoral, em Brasília, esse processo foi julgado em última instância, e ela foi absolvida. Voltará a exercer seu mandato, mesmo que por parcos três meses, mas comprovou ter seu nome limpo.

A decisão no TSE

Origem: RIO DE JANEIRO-RJ
Resumo: AÇÃO DE INVESTIGAÇÃO JUDICIAL ELEITORAL – ABUSO – DE PODER ECONÔMICO – DE PODER POLÍTICO / AUTORIDADE – USO INDEVIDO DE MEIO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL – DEPUTADO ESTADUAL
Decisão: O Tribunal, por unanimidade, não conheceu do segundo recurso interposto por Marcelo dos Santos Godinho e deu provimento aos demais, nos termos do voto da Relatora. Votaram com a Relatora os Ministros Henrique Neves da Silva, Luciana Lóssio, Gilmar Mendes, Rosa Weber, João Otávio de Noronha e Dias Toffoli (Presidente). Registrada a presença do Dr. Bruno Calfat, advogado da recorrente Andreia Cristina Marcello Busatto. Suspeição do Ministro Luiz Fux.

A propósito

A justiça eleitoral precisa repensar seus métodos processos e tempos. Esse julgamento, que demorou dois anos para acontecer, custou à deputada bem mais que uma eleição para a prefeitura de Mangaratiba. Custou, também, cerca de dezoito meses de seu mandato como deputada estadual, conferido pelo povo, bem como a possibilidade de se candidatar à reeleição agora em 2014. Ao fim e ao cabo, nada se sustentou e ela teve seu recurso provido pela mais alta corte da justiça eleitoral atestando que não houvera qualquer irregularidade em sua atuação política.

Primeiras palavras

O direto que haviam me tirado indevidamente, hoje retornou a mim com toda legitimidade da verdade e da justiça! Obrigada a todos que nunca deixaram de acreditar que esse momento chegaria! (Andréia Busatto)

Clube dos quinhentos

Corre a informação de que o prefeito Capixaba efetivamente cumpriu a determinação do Ministério Público e demitiu cerca de quinhentos contratados pela prefeitura e que, ontem de manhã se reuniu com os vereadores para explicar a decisão.

Descaso

Desabafo de uma leitora e moradora do distrito: “Hoje senti na pele o descaso e a falta de amor ao próximo. Minha mãe tem 85 anos e tem Alzheimer. Moro no prédio lilás em Itacuruçá, em frente ao posto do médico de família. Sentei com ela enfrente ao meu prédio. Ela foi de andador. Ficamos umas 2 horas. Tudo parecia bem, quando falei que estava na hora de entrar ela não conseguia se levantar. Tentei convencê-la e ela só dizia pra buscar ajuda. Fui até o PSF, perguntei se tinha algum homem pra me ajudar. Como não tinha, nenhuma das agentes se dispuseram a ir ver o que podiam fazer. A tv era mais importante. Liguei pro meu neto de 14 anos e ele e o amigo a colocaram na cadeira de rodas e subiram 2 degraus pra coloca-la na cama. Em nenhum momento nenhuma agente de saúde chegou até a porta do PSF pra ver o que estava acontecendo. E se a minha mãe estivesse infartando? Me senti muito mal. Só Jesus pra nos ajudar. A falta de comprometimento profissional está em todos os locais, só não esperava que estivesse tão próximo.”

Mudanças na saúde

Depois das denúncias de que o secretário de saúde cumpria jornada tripla de trabalho como secretário, como médico do quadro municipal e como médico particular, correm notícias de que ele, finalmente, foi exonerado do cargo, assumindo em seu lugar o dr. Marcelo Barbosa, cirurgião, ex-diretor do hospital de Itaguaí. Com a mudança, também caíram o dr. Davi e a sra Ana Paula. Na contramão, quem volta para o HMVSB é o dr. Sérgio Garrido.

Vale tudo

A juíza coordenadora da fiscalização do Tribunal Regional Eleitoral do Estado do Rio (TRE-RJ), Daniela Barboza Assumpção de Souza, constatou que a Igreja Universal do Reino de Deus e as emissoras de TV Record e CNT estão fazendo campanha para o candidato Crivella. Num despacho de 13 páginas, em que apresenta provas e documentos, a juíza estipula multa diária de R$ 500 mil por infração e afirma que a propaganda pode gerar abuso de poder. (Ancelmo Góis)

Vale tudo II

Anteontem a presidente Dilma assinou uma Medida Provisória, de número 657 que deixa a investigação dos escândalos da Petrobras e outros que possam aparecer apenas aos delegados e não a todos os Agentes da Polícia Federal. É mais fácil o governo controlar um único cargo que se sujeitará a tudo por conta de cargos dentro e fora da Policia Federal. Estamos na reta final da campanha eleitoral, e da noite para o dia surge uma Medida Provisória que quer dar plenos poderes aos delegados pararem ou não uma investigação.

Pérolas políticas

Sem fazer juízo de valor, vale a pena registrar esse “achado” do pastor Silas Malafaia, adversário ferrenho do PT e da candidata Dilma Roussef divulgado em vídeo através do facebook: “O diabo inventou a mentira. Dilma e o PT a aperfeiçoou.”

Projeto de lei

Sugere um internauta: “Que tal aprovar uma lei federal que estabeleça que institutos de pesquisa que influenciam o processo eleitoral durante suas pesquisas, sejam punidos após o resultado das urnas quando errarem em mais pontos percentuais do que diziam prever suas margens de erro?”

Capataz

Informe reservado denominado “Mensagem Direta de Inteligência” ao ministro Celso Amorim atestou que a ditadura cubana infiltrou militares no programa Mais Médicos. A descoberta foi da Base de Administração e Apoio do Ibirapuera, do Comando Militar do Sudeste, em São Paulo, que recebe gente do Mais Médicos. Ouvido, um suspeito confessou ser capitão do Exército cubano, e que não está sozinho. Militares brasileiros desconfiaram do “médico” por seus hábitos de caserna (cama sempre arrumada, por exemplo). Era o capitão cubano. A infiltração de militares no Mais Médicos repercutiu na Câmara. O deputado Jair Bolsonaro quer convocar Amorim a se explicar. Bolsonaro avisa que não adianta Celso Amorim negar a existência do informe reservado que lhe foi enviado: ele obteve cópia do documento. (Fonte: Diário do poder)

Vale tudo III

A secretária do Comitê Central de Campanha da deputada federal gaúcha e ex-ministra da Secretaria Nacional dos Direitos Humanos Maria do Rosário aparece num telefonema gravado informando a uma beneficiária do Bolsa Família que o programa será extinto caso o PT perca as eleições para seus adversários no segundo turno. A gravação foi obtida com exclusividade pelo jornalista Vitor Vieira e divulgada em primeira mão na madrugada desta quinta-feira .

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s