16 de outubro de 2014

Frase do dia

Enquanto a mentira já deu a volta ao mundo, a verdade ainda está apenas calçando os sapatos. (Mark Twain – escritor)

Sustentabilidade

Acontece, no próximo dia 21, segunda-feira, no Centro Cultural Cary Cavalcante uma reunião da “Agenda 21” que faz parte do o processo de planejamento participativo nacional objetivando a construção de um Plano Local de Desenvolvimento Sustentável, que irá estruturar as prioridades locais por meio de projetos e ações de curto, médio e longo prazos. No Fórum são também definidos os meios e as responsabilidades do governo e dos demais setores da sociedade local na implementação, acompanhamento e revisão desses projetos e ações.

Vozes sensatas

O arcebispo de Aparecida, cardeal Dom Raimundo Damasceno, disse que a maioria dos cardeais apoia as mudanças na Igreja na maneira de lidar com os homossexuais e com as relações estáveis entre homens e mulheres. Mas a rejeição ainda é forte. Para o Papa Francisco não é um tarefa nada fácil reformar a Igreja. Depois da apresentação do primeiro documento do Sínodo da Família, que nessa semana expôs a necessidade da Igreja de dar apoio aos homossexuais, afirmando, num texto histórico, que eles possuem dons e qualidades para oferecer às comunidades cristãs, os descontentes se manifestaram rapidamente. Numa entrevista à rádio vaticana, quatro cardeais poloneses criticaram o relatório, afirmando que o texto representa o distanciamento dos ensinamentos de João Paulo II e que é fruto de ideologias contrárias ao casamento. Falaram em concubinato para se referir às relações estáveis, para as quais a igreja também está abrindo portas. O cardeal brasileiro Dom Raimundo Damasceno afirmou que o documento foi bem acolhido pela maioria. A divisão entre os bispos talvez seja maior do que a esperada. A assembleia segue adiante com os temas polêmicos, como a comunhão aos divorciados que se casaram de novo. A eutanásia e aborto não se discutem. A Igreja também está preocupada com o crescimento demográfico, e apoia o planejamento familiar com os métodos naturais.

Deu no Miami Herald

Se Mr. Neves ganhar a eleição, sua vitória seria um sinal de alerta para os países do chamado socialismo do século 21 e um aviso claro de que a tendência ideológica estridente e neopopulista que arruinou a Venezuela está chegando ao fim. O tsunami também atingiria a Argentina nas eleições do próximo ano, ajudando a acabar com a estrutura populista da presidente Cristina Kirchner. Idem para a Bolívia, onde o presidente Evo Morales perderia um grande aliado que não se importava que a cocaína a partir de seu país entrasse no Brasil em toneladas.

Petrobrás

Desde que Dilma Rousseff assumiu o mandato, no dia 1 de janeiro de 2011, o valor das ações da Petrobras desce em um ritmo constante. A Petrobras também deixou a 12ª posição no ranking das maiores empresas do mundo em valor de mercado, lugar que ocupava em 2010. O último ranking, divulgado pelo jornal britânico Financial Times em março, mostra que a estatal perdeu 108 posições, sendo agora a 120ª maior empresa do mundo. Era uma das maiores empresas do mundo, à frente de gigantes como a Microsoft. No último dia 29 de setembro, a Petrobras foi avaliada em US$ 96,3 bilhões. Uma queda de 57,77%. Perdeu o posto de maior empresa até dentro da América Latina. A Ambev já está na frente.

Debate

A campanha da presidente Dilma Rousseff está apreensiva com os debates na televisão. A avaliação é que o candidato do PSDB, Aécio Neves, foi melhor no último debate do primeiro turno na TV Globo e que, com isso, teria conseguido ganhar votos na reta final. A presidente está pronta para ser questionada pelo tucano sobre os escândalos de corrupção na Petrobras. Para além do embate político, os petistas se preocupam com a imagem da presidente durante o debate. A avaliação é que Aécio ficou mais à vontade na TV Globo, enquanto Dilma passou todo o tempo com o semblante amarrado, sem sorrir, e com as sobrancelhas arqueadas.

A propósito

O calendário dos debates entre os dois candidatos continua hoje, a partir das dezoito horas no SBT. Domingo, será a vez da rede Record e, na quinta-feira 23, na rede Globo.

PF e Dilma

A candidata-presidente criticou a atuação de policiais que revistaram um avião usado por seu candidato a governador do Maranhão, Edison Lobão Filho, filho do ministro de Minas e Energia, Edison Lobão. O vice-presidente da República, Michel Temer, também filiado ao PMDB, acusou os policiais de tentarem intimidar seu candidato. Em seguida, Dilma disse num evento público que a PF não poderia agir “ao arrepio da lei”. Em resposta, a Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal saiu em defesa do delegado que chefiou a vistoria. Em nota, a associação acusou “alguns partidos” de fazerem “uso político de fatos que nada mais são do que o regular trabalho de Polícia Judiciária Eleitoral atribuído legalmente à Polícia Federal”.

De caso pensado

Não é só na atuação dos “marqueteiros” que as campanhas políticas se apoiam. Além da pesquisa nacional sobre intenção de voto para presidente, os institutos de pesquisa produzem, a cada dia, 500 entrevistas para o tracking. A medição diária é uma pesquisa quantitativa consolidada com 2.000 entrevistas e o grupo é totalmente renovado após quatro dias. O tracking tem como objetivo medir diariamente como informações relativas ao processo eleitoral são assimiladas pelo eleitor e ajudam na formação do voto. Assim as sondagens diárias possibilitam aos coordenadores das campanhas identificar, com antecedência, a tendência evolutiva das pesquisas.

E se?

E se a candidata Dilma não pudesse contar com o “batalhão” de orientadores nos intervalos dos debates?candidatos band

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s