2 de outubro de 2014

Frase do dia

Alardear apenas a corrupção do “outro” enquanto esconde a própria corrupção é mais uma vez ensaiar uma farsa. É apostar que o eleitor é otário. (Ailton Lopes)

Subindo o tom

Em encontro com apoiadores e representantes dos partidos de sua coligação, Marina Silva subiu o tom. Acusada por Dilma Rousseff de mentir, ela se disse indignada, e devolveu: “Não me venha chamar de mentirosa! Mentira é quem diz que não sabe que tinha roubo na Petrobras. Mentira é quem diz que não sabe o que está acontecendo na corrupção desse país. Mentira é quem diz que ia fazer 6.000 creches e faz apenas 400.”

Abandono geral

No final da tarde de segunda-feira o carpinteiro Agapito Bispo de Jesus, de 56 anos, morreu após passar mal no ponto de ônibus no centro de Itaguaí. De acordo com testemunhas, a ambulância do Samu demorou mais de uma hora para realizar o socorro ao carpinteiro. Policiais do 24º BPM estiveram no local e conduziram os familiares da vítima para a 50ª DP. Todas as pessoas que estavam no local ligaram para todos os tipos de socorro. No hospital não havia ambulância disponível, nos Bombeiros a ambulância estava em atendimento na rua. A central alegou que não havia nenhuma ambulância.

A propósito

No sábado, no cemitério do Sase, foi sepultado um menino que nasceu prematuro de oito meses. Um funcionário do hospital São Francisco Xavier deixou o bebe cair no chão, matando-o quando estava cuidando dele. Quanto os jovens pais chegaram e família foi horrível o desespero deles. Como gritavam. Muito triste mesmo.

Abrindo o jogo

Ontem, logo no início da manhã, o vice-prefeito Dr. Rui Quintanilha, como havia prometido há algum tempo, divulgou uma “carta aberta” à população de Mangaratiba esclarecendo  as circunstâncias do seu rompimento com a atual gestão municipal: “É com imenso pesar que comunico ao povo de Mangaratiba, meu rompimento com a atual gestão na qual fui eleito como vice-prefeito. Há alguns meses, que a incompatibilidade de ideias e ideais nos levaram a um afastamento político que culminou com um caminhar antagônico sem que pudéssemos fazer um caminho de retorno para minimizarmos estas diferenças. Quando em campanha, o nosso compromisso foi claro com a população e não podemos ter a palavra rompida por simples capricho ou por interesses não claros para todos. Minha condição para aceitar a candidatura para vice-prefeito na chapa, foi a possibilidade de dar a população a garantia de que faríamos a melhor gestão em saúde que nosso município já experimentou, abrindo espaço para novos rumos na excelência em saúde que tanto precisamos e cujo pontapé inicial seria dado por nós. Encontrei dificuldades, resistências humanas e profissionais, mas não esmoreci em nenhum momento, tendo sempre como meta a alcançar o compromisso assumido em campanha e que com toda certeza nos levou a vitória. Porém em Abril deste ano de 2014, quando do nascimento de minha filha e consequentemente com a “guarda” mais fragilizada, fui afastado da gestão da saúde de município. Problemas e entraves anteriores, já sinalizavam para isso, mas em todo este tempo, aguardei que o bom senso prevalecesse e que poderíamos contornar estas dificuldades. No entanto, a gestão tomou rumos inadmissíveis para um profissional da área médica, aceitar silenciosamente e de mãos atadas. Não podemos compactuar com isso! Além do antagonismo em gestão, nossa visão política é divergente, sendo a minha visão de compromisso e palavra assumida valores que não podem ser rompidos por caprichos ou outros interesses que não sejam a prática da boa política que cumpre o que se promete a uma população. E outro compromisso de campanha e que foi ratificado no dia da posse, foi a minha candidatura à sucessão nas eleições municipais. Este compromisso, talvez nunca tenha sido de fato algo que o prefeito tenha pensado em cumprir, pois desde o primeiro dia da posse dos eleitos neste pleito, seu sobrinho se colocou como candidato a prefeito para as próximas eleições. Fui vereador por dois mandatos, tenho conhecimento em gestão pública e adquiri experiência no trâmite da máquina administrativa, fazendo com que hoje, eu possa afirmar que muito temos que modificar para desemperrar as engrenagens que movem de forma tão deficiente os serviços prestados a população. Desta forma, não posso aceitar que a política siga caminhos que não honrem a população que nos confiou seu voto. Palavra dada é palavra que deve ser cumprida! Desta forma, venho a público afirmar que minha ética profissional e política não poderiam nunca caminhar de mãos dadas com esta forma de se fazer política em nosso município, onde boatos são lançados a todo o momento para denegrir a imagem daqueles que não lhes são úteis ou aos seus opositores políticos, onde o empenho profissional não tem valor, onde projetos que demandam planejamento e esforços não são bem vistos, onde o único objetivo é a perpetuação no poder simplesmente para ter poder e nunca ter o poder para poder fazer! Assim, quero neste comunicado, afirmar meu compromisso com a população e que continuarei a exercer a função de vice-prefeito eleito e estarei sempre à disposição de todos para maiores esclarecimentos! Mangaratiba, 01 de outubro de 2014. Ruy Tavares Quintanilha – Vice – Prefeito de Mangaratiba.”

Revenge

O ex-presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa teve seu registro de advogado negado pela seccional da Ordem dos Advogados do Brasil, do Distrito Federal. O presidente da entidade, Ibaneis Rocha alegou que ele feriu a ética profissional quando exerceu a magistratura. Durante seu estrelato, Barbosa ofendeu advogados e fez até com que o defensor de José Genoino, o advogado Luiz Fernando Pacheco, fosse retirado do plenário do STF por seguranças da casa, fato inédito na história do Judiciário. Agora, veio o troco. Agora, Barbosa terá de recorrer à comissão de seleção da OAB se quiser pertencer à classe que, nitidamente, não o quer. Ele foi comunicado do indeferimento de seu pedido nesta segunda 30. Barbosa também pode recorrer à Justiça para ter direito ao registro da Ordem. Ele é formado em Direito e antes de ser ministro do STF era procurador da República concursado. O problema é o risco de ser humilhado novamente, com outras recusas.

Vale-tudo

Quando a candidata Dilma afirmou que “nas eleições fazemos o diabo”, ela estava sendo muito verdadeira. Leia o artigo a seguir, da jornalista Mara Bergamaschi, publicado no blog do Noblat. “Nem quando “patina” nas intenções de voto, Marina Silva deixa de ser tratada com extrema brutalidade pelos simpatizantes da candidatura governista. Li na segunda-feira,  e não foi em nenhum dos chamados blogs sujos, mas em páginas da prestigiada imprensa paulista,  que Marina teria agora, quando Dilma recupera o favoritismo, “aquele ar de falsa virgem já inúmeras vezes deflorada.” Isso mesmo: em pleno 2014, além de suportar uma campanha do atraso, em  que as duas candidatas à Presidência mostram-se na prática incapazes de sustentar uma pauta de avanços feministas, nós, eleitoras, ainda temos de ver  publicado algo violento e ofensivo como se fosse muito natural. “Opinião” compartilhada mil vezes, sem sinal de indignação. E na mesma segunda-feira em que as redes sociais foram tomadas pelos protestos contra a chocante demonstração de homofobia do nanico Fidelix. A carga de preconceito contra as mulheres contida nesta frase é tão grande que nem sei por onde começar. Talvez o velho Houaiss ajude: deflorar é uma palavra datada de 1561, certamente herança da obscura Idade Média, quando prevalecia a exigência absoluta da castidade feminina. E aí daquelas que ousassem falar ou agir: teriam, como boas bruxas, a fogueira como destino. Cabe ainda perguntar: “a falsa virgem já inúmeras vezes deflorada” seria, por acaso, uma definição para devassa ou prostituta? Ou uma referência à prática do (merecido?) estupro, já que o “defloramento” nem sempre é consensual? Pois o que esta frase infelizmente consagra, em pleno século 21, é a ideia de veto à igualdade sexual, ao pleno direito das mulheres de serem, como os homens, donas de seus corpos. Sexismo assacado gratuitamente contra alguém que se destaca na disputa do mais alto cargo do país. Um “chega-lá-pra-lá”, cheio de desprezo, na candidata frágil. Marina também já foi chamada de “pobre coitada” e “saco vazio”- que ousou invadir o território político, de vasto domínio masculino. Por conta própria, sem a sombra de Lula, Dilma Rousseff, que em 2013 tuitou contra “a sociedade é sexista e preconceituosa”, deveria ser a primeira a lamentar mais este tipo de “piada que mata” na campanha de 2014. (Mara Bergamaschi – jornalista)

Chamem a Dilma

Já que a presidente Dilma afirmou, em discurso na ONU que dá para “dialogar” com os terroristas do Estado Islâmico, aquele que corta cabeças de prisioneiros e as divulga na internet, talvez seja ela a pessoa mais indicada para tentar intermediar esse problema. O embaixador do Iraque junto à Santa Fé anunciou, na terça-feira, que o Papa Francisco tem sofrido ameaças do grupo extremista Estado Islâmico. O alerta acontece em um momento em que o pontífice se prepara para se deslocar à Albânia e planeja uma visita à Turquia, países de maioria muçulmana. “O autoproclamado Estado Islâmico foi claro: eles querem matar o Papa. As ameaças são reais, disse o diplomata iraquiano ao jornal italiano La Nazione. Segundo o Al Sadr, como o grupo está tomando proporções mundiais e conta com integrantes de diversas nações, a ameaça é ainda mais grave e a segurança do pontífice estaria em risco em qualquer lugar do planeta. As informações são do Daily Mail.

Ele voltou

O morador de rua que se “aboletou” no coreto da praça da igreja de Santana está de volta, agora na companhia de dois cachorros.Foto0059[1]

Anúncios

Uma resposta em “2 de outubro de 2014

  1. “CORETO DEVOLVIDO” (ITACURUÇÁ)

    POIS É PROFESSOR LAURO,

    TODAS AS HIPÓTESES DA POSTAGEM DE ONTEM FORAM DESCARTADAS. O “MORADOR” NÃO FOI EMBORA, NÃO FOI ACOLHIDO POR NENHUM PROGRAMA, NÃO FOI INTIMIDADO OU MUITO MENOS DESOVADO EM ALGUMA ESTAÇÃO DE TREM.

    DE MALUCO ELE NÃO TEM NADA.

    NA DATA DE HOJE PODEMOS VER QUE O CORETO FOI REALMENTE DEVOLVIDO AO “MORADOR”. PROVAVELMENTE ELE DEVE TER IDO A SUA AGÊNCIA BANCÁRIA PARA “RECEBER” SEU BENEFÍCIO OU COISA DO TIPO. PRA QUEM NÃO SABE, O “MORADOR” POSSUI CARTÃO BANCÁRIO COM FUNÇÃO CRÉDITO E DÉBITO, PAGA SUAS REFEIÇÕES (INCLUINDO CAFÉ DA MANHÃ) EM DINHEIRO E TEM CARTÃO GRATUIDADE PARA PASSAGEM DE ÔNIBUS.

    PARA QUEM PENSAVA QUE ELE TINHA IDO EMBORA OU EXPULSO DE FORMA COERCITIVA…. OLHA ELE AÍ NOVAMENTE!

    É SÓ PASSAR LÁ PRA CONFERIR.

    O CARA OCUPA UM PATRIMÔNIO PÚBLICO. ONDE ESTÃO AS AUTORIDADES MUNICIPAIS?

    SECRETARIA DE SEGURANÇA? SECRETARIA DE AÇÃO SOCIAL? FUNDAÇÃO? ADMINISTRAÇÃO? QUEM SERIA RESPONSÁVEL PELO LOCAL?

    COMO TIRAR O CARA DE LÁ?

    SERÁ QUE É TÃO DIFÍCIL ASSIM?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s