21 de agosto de 2014


Frase do dia

“De onde menos se espera… é dali que não sai nada mesmo.” (Aparício Torelly, o Barão de Itararé)

INEA

A fiscalização do Instituto Estadual do Ambiente chegou finalmente à Gamboa, na ilha de Itacuruçá. Além do enorme e irregular edifício que estava sendo construído na entrada do bairro e que teve a obra embargada, além da apreensão de inúmeros passarinhos e suas gaiolas, muitos moradores foram multados por conta de diversas outras irregularidades ambientais. Algumas dessas multas, pelo que se sabe, chegaram a cinco mil reais. Em questões como essa, não se pode esquecer que a culpa é conjunta, de quem construiu ou desmatou  sem autorização e do poder público local, que nunca orientou ou fiscalizou.

Apelo

De uma moradora, através de uma rede social: “Senhores políticos, por favor, façam o favor de acabar com o monopólio da expresso Mangaratiba, precisamos renovar com licitação pra que outras empresas nos prestem um serviço mais digno e com o preço justo. Muitas vezes perdemos compromissos, consultas médicas, exames devido a irresponsabilidade dessa empresa.” (NR. Daqui a pouco faz um ano que aconteceu a grande farsa da CPI da Expresso)

Apelo II

Por conta do acidente com o ônibus escolar ocorrido na manhã da última segunda-feira, em Itacurubitiba, muitos moradores reclamam que, até o momento, nem a secretaria de transportes nem a prefeitura se manifestaram a respeito. A população, especialmente os pais de alunos querem e precisam saber se seus filhos estão seguros quando, todos os dias, viajam nesses ônibus para suas escolas.

Desastre

O colunista Lauro Jardim, da revista Veja, comenta que a tensa entrevista de Dilma Rousseff ao Jornal Nacional levou muita gente a especular como foram os momentos pós-entrevista, ou seja, aquelas costumeiras conversas amenas entre entrevistado e entrevistadores logo que as câmeras param de gravar. Pela cara de Dilma Rousseff, as amenidades devem ter ficado para outra oportunidade. E se a Dilma foi a Dilma que se conhece, o tempo deve ter fechado.

Desastre II

Já o apresentador do jornal nacional, William Bonner, que chegou a ser elogiado nas redes sociais e também criticado por conta da objetividade de suas perguntas, assim se manifestou: “Tenho 30 anos de profissão e me orgulho de ter entrevistado candidatos à presidência do Brasil em 2002, em 2006, em 2010 e neste ano. Em todas as entrevistas, fiz e farei as perguntas que os candidatos prefeririam não ter que ouvir. Assuntos que lhes são desconfortáveis, incômodos. Assuntos que eles não abordam na propaganda eleitoral, obviamente. São assuntos de interesse jornalístico, são assuntos que o eleitor deve conhecer. Todos os candidatos que entrevistei, sem nenhuma exceção, sabiam que era papel deles prestar esses esclarecimentos – e que era meu papel cobrar as explicações. E isso sempre foi feito, de ambas as partes, de forma cordial, serena, respeitosa. Sempre. É esse respeito que falta aos que usam o espaço de comentários de uma foto para insultar, agredir, praguejar contra o conteúdo eminentemente jornalístico de uma entrevista. Insultam não só a mim, como entrevistador, mas a todos os demais eleitores que desejam ser informados sobre as questões polêmicas de todos os candidatos, sejam quem forem. Essa intolerância eu faço questão de deixar registrada nos comentários. Alguma utilidade terá pra quem quiser analisar os frequentadores desse ambiente encantador e agressivo, enriquecedor e mesquinho, democrático e sectário que é a internet.”.

Corre-corre

O ministro José Jorge, do TCU, estava pronto para pedir o bloqueio de bens de Graça Foster, e de outro ex-diretor, Jorge Zelada, por dano ao erário na compra da refinaria nos EUA. O tribunal avalia que o prejuízo da estatal somou US$ 792 milhões na transação. Entretanto, a presidente da Petrobras, Graça Foster, e o ex-diretor da Área Internacional da estatal Nestor Cerveró doaram imóveis a parentes, após estourar o escândalo sobre a compra da refinaria, como mostram registros em cartório. A movimentação envolve apartamentos em áreas valorizadas do Rio. Os bens mudaram de mãos antes da decisão do TCU.

20 de agosto de 2014


Frase do dia

“Quando a corrupção envolve alguém do meu partido, Bonner, eu prefiro não falar nada.” (Dilma Roussef, em entrevista ao Jornal Nacional)

Educação

Nem pão, nem circo! O povo quer mesmo é ensino de qualidade. É o que indicam os resultados parciais da enquete “Meu Mundo”, iniciativa das Nações Unidas para eleger as seis prioridades globais pós-2015, prazo final para a implementação dos ”Objetivos de Desenvolvimento do Milênio”. Até agora, votaram 1,6 milhão de pessoas. Para a maioria, a educação vem em primeiro lugar, seguida, nessa ordem, por melhores condições de saúde e de trabalho, governo honesto e atuante, mais acesso a alimentos de qualidade e melhor saneamento básico. O Brasil é o sexto país com o maior número de participações espontâneas na sondagem, conforme demonstra o último balanço divulgado pela ONU. Aqui, votaram 42.512 pessoas, cuja opinião coincide com a tendência global. Ou seja, estamos alinhados ao anseio planetário por ensino de excelência, item mais importante para nossa população. Na sequência, aparece a saúde, governo honesto, proteção contra o crime e a violência, meio ambiente e alimentos.

Educação II

Comentário/desabafo de uma leitora do blog “Peixe com Banana” que precisa ser lido e meditado, especialmente por todos aqueles que se preocupam com a educação das nossas crianças. “Sou professora e trabalho em uma das maiores escolas do município. Estamos passando por uma situação tão difícil e que nunca passamos em outros governos. Fico intrigada de não ver estes relatos neste blog que dizem ser frequentado por professores, será que todos estão cegos? Será que só minha escola tem problemas graves? Só vejo professor se mobilizando por melhoria de salários! E para melhores condições de trabalho? Falta tudo que se relaciona a material escolar, falta material de limpeza (o problema do papel higiênico é grave, pois as crianças vão ao banheiro e no retorno o cheiro de fezes pode ser sentido dentro da sala, isso é covardia!”  (Leia o desabafo completo no blog Peixe com Banana em : http://tinyurl.com/qjrxcj3

Desastre

A análise do jornalista Ricardo Noblat a respeito da entrevista da candidata Dilma Roussef, no Jornal Nacional da rede Globo: “William Bonner empurrou a presidente Dilma Rousseff para o canto do ringue. E ficou batendo nela até cansar. Até resolver lhe dar algum refresco, quando ofereceu um minuto e meio além dos 15 previstos para que ela fizesse suas considerações finais. Como Dilma, atarantada, não conseguiu respeitar o tempo que lhe coube, Bonner e Patrícia Poeta decretaram o fim da terceira entrevista do Jornal Nacional com candidatos a presidente. As duas primeiras foram com Aécio Neves (PSDB) e Eduardo Campos (PSB). De longe, a entrevista com Dilma foi um desastre. Para ela. Não chamou Bonner e Patrícia de “meus queridos”, como costuma fazer quando se irrita com jornalistas que a acossam com perguntas incômodas. Mas chegou perto.Passou arrogância. Exibiu uma de suas características marcantes – a de não juntar coisa com coisa, deixando raciocínios pelo meio. Foi interrompida mais de uma vez porque não conseguia parar de falar, e fugia de respostas diretas a perguntas.

Desastre II

Perguntaram-lhe sobre corrupção. Dilma respondeu o de sempre: nenhum governo combateu mais a corrupção do que o dela. Bonner perguntou o que ela achava de o PT tratar como heróis os condenados pelo mensalão. Foi o pior momento de Dilma (terá sido mesmo o pior?). Dilma escondeu-se na resposta de que como presidente da República não poderia comentar decisões da Justiça. Ora, a resposta nada teve a ver com a pergunta. E Bonner insistiu com a pergunta. E Dilma, nervosa, valeu-se outra vez da mesma resposta. Pegou mal. Muito mal. Quando foi provocada a examinar o estado geral da economia, perdeu-se falando de “índices antecedentes”. Provocada a dizer algo sobre o estado geral da saúde, limitou-se a defender o programa “Mais Médicos”. Seguramente, nem em público, muito menos em particular, Dilma se viu confrontada de modo tão direto, seco e sem cerimônia como foi por Bonner e Patrícia. Jamais. Quem ousaria? Surpreendida, por pouco não se descontrolou. (Ricardo Noblat)

Disse tudo

Para quem não viu no Bom Dia Brasil, e para quem viu e quer rever, o comentário do jornalista Alexandre Garcia sobre a profissão de professor vale a pena ser repercutido.

19 de agosto de 2014


Frase do dia

A vida está entre o berço e o túmulo, entre o nada e a eter­nidade. (Joaquim Nabuco)

Notas

- Corre a informação de que os donos de caminhões agregados à prefeitura não estão trabalhando por não receberem o pagamento há dois meses. A notícia é que isso estaria acontecendo em todo o município. Cabe dizer que, realmente, há mais de uma semana esses caminhões não são vistos nas ruas.

 – Aconteceu ontem, no meio da manhã, o sepultamento do Nilson dos Anjos, morador tradicional de Itacuruçá. A presença de amigos, parentes e conhecidos ao cemitério foi bastante significativa do quanto sua ausência será sentida.

- No início da noite de ontem, pelo menos seis caminhões de coleta de resíduos de esgoto entraram em Itacuruçá e se dirigiram ao condomínio Marina. Considerando que apenas um costuma ser o suficiente para a limpeza de fossas em outros locais do distrito, é muito provável que os novos edifícios do empreendimento que está sendo concluído na área estejam enfrentando problemas.

- Informações ainda não confirmadas asseguram que a obra do prédio que está sendo construído na Gamboa foi embargada pela fiscalização da prefeitura.

Mau começo

A semana se inicia com a notícia de que aconteceu, ontem pela manhã, um acidente envolvendo um ônibus escolar a serviço da prefeitura de Mangaratiba em Itacurubitiba, nas proximidades de Conceição de Jacareí. Felizmente, todas as crianças escaparam, algumas com ferimentos leves. De acordo com os primeiros relatos e fotografias publicadas em uma rede social, o veículo só não caiu em uma ribanceira porque ficou apoiado em algumas bananeiras.

Boa iniciativa

Preocupado com a circunstância que pode se repetir no verão, quando barcos de fora invadem o distrito para explorar a atividade de “taxi boat”, o vereador Chicão da Ilha pretende conseguir fazer aprovar, na câmara municipal, lei que regulamente a atuação desses profissionais aqui no município defendendo, em especial, que os barcos sejam pilotados pelos próprios permissionários. A medida teria o objetivo de impedir que barcos de fora simplesmente apareçam no verão, como na temporada passada, e façam concorrência aos locais, que vivem da atividade durante todo o ano.

Guilhotina

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio barrou na noite de ontem a candidatura ao Senado do ex-prefeito Cesar Maia. A corte acolheu o entendimento do Ministério Público de que a conduta de improbidade administrativa do ex-prefeito do Rio causou dano ao patrimônio público e enriquecimento ilícito de terceiros, o que o enquadra na Lei da Ficha Limpa. O candidato poderá recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral.

Tragédia de agosto

Os olhos de Marina Silva falaram muito na semana passada. Sombrios, avermelhados, estavam ora cabisbaixos, ora elevados ao céu em conversa particular com seus santos. Nenhuma maquiagem. Acima dos olhos, as sobrancelhas espessas, sem depilação. Abaixo dos olhos, as olheiras escuras, sem disfarce. O coque, a echarpe preta, a austeridade, sem choro ou afobações. Maria Osmarina Marina Silva Vaz de Lima, nascida no Acre em fevereiro de 1958, filha de seringueiros migrantes cearenses, contaminada por mercúrio aos 6 anos, analfabeta até os 16, aluna do Mobral, ex-empregada doméstica, formada em história, sobrevivente de malárias, hepatites e uma leishmaniose, continua a mesma. É evangélica, sempre se despede com um “vá com Deus”, mas não busca abertamente o voto dos crentes. Essa coerência assusta a quase todos. Não é normal no Brasil. (Ruth de Aquino – revista Época)

De novo

Na semana passada algumas “tralhas”, recolhidas nas ruas, ficaram expostas ao tempo nas proximidades da passagem de pedestres da rua Boa Vista, na Brasilinha, em Itacuruçá, sem serem recolhidas. De acordo com o apurado, deveriam ter sido levadas para Mangaratiba e, de lá, para o aterro sanitário de Seropédica. O final da história foi que algum idiota acabou ateando fogo ao material e, com isso, criando problemas para os moradores da área. Pois, nem se passou uma semana e ontem já lá estavam, no mesmo lugar, outros sofás e materiais descartados que ainda não foram transferidos.  Foto0033[1]

18 de agosto de 2014


Frase do dia

O diabo pode até citar as Escrituras, quando isso lhe convém. (William Shakespeare)

Nota de falecimento

Faleceu ontem o Nilson dos Anjos, pai do Norton proprietário da loja de ferragens do Cerrado. Ele foi encontrado morto em casa. Morreu, aparentemente, de causas naturais.

Lei da Guarda

A publicação pelo blog da sanção presidencial à “Lei da Guarda” provocou diversas manifestações na área de comentários. Algumas favoráveis, outras contrárias. Entretanto, mais que a lei, de caráter nacional, também chamou a atenção observações de que a GM de Mangaratiba precisará rever diversos procedimentos para conseguir chegar a um patamar adequado de eficiência. São questões que vão desde a ocupação de cargos de comando por pessoas não habilitadas, não concursadas e sem a escolaridade requerida até diferenças salariais entre ocupantes da mesma função e com o mesmo tempo de serviço. O advento da “Lei da Guarda”, em caráter nacional, talvez seja o momento oportuno para a discussão, no âmbito da câmara de vereadores, com a participação do sindicato dos servidores e de representantes da GM, de um Estatuto da Guarda Municipal de Mangaratiba ou, se já existir, de sua revisão de acordo com os parâmetros da nova legislação com a correção das discrepâncias apontadas. Um exemplo está na previsão do artigo 15 da nova lei que diz: “Art. 15. Os cargos em comissão das guardas municipais deverão ser providos por membros efetivos do quadro de carreira do órgão ou entidade.”

A propósito

Para um profissional de qualquer área, que exerça sua função com responsabilidade e dignidade, do gari ao presidente da república, o relato a seguir é constrangedor: “Não queria, mas me sinto na obrigação, como pai: estamos devendo muito à sociedade. Às vezes, tenho até vergonha de dizer que sou GM/AT. Tem muitas pessoas, nos ônibus, que não conhecem a gente e, nas conversas, se escuta muitas ofensas dirigidas a nós da Guarda. Minha filha uma vez me falou: ‘Pai, tem tanta gente que fala mal da guarda que eu fico até com medo no ônibus.’   (Relato de um GM feito na área de comentários, editado)

Vale tudo?

A cidade do Recife, o estado de Pernambuco e praticamente todo o nordeste brasileiro parou, ontem, para o sepultamento do ex-governador Eduardo Campos. A nota destoante da cerimônia ficou por conta da estrepitosa vaia que receberam Lula e Dilma, que compareceram ao enterro. De acordo com o senador pernambucano Jarbas Vasconcelos as vaias foram “justificáveis”, uma vez que o comparecimento dela era “falso”. “Ela não tinha nada de vir aqui. Ela não gostava mais do Eduardo. Queria manter distância do Eduardo. Eu não viria aqui para fazer uma falsidade dessas.”

Novo cenário

A revista Veja circula desde sábado com uma nota bombástica do jornalista Lauro Jardim. Uma pesquisa realizada na quinta-feira, encomendada pelo PSB um dia após a morte do candidato à presidência Eduardo Campos, com 30 mil entrevistados, por telefone, apontou que Marina Silva aparece à frente de Aécio Neves, ou empatada, e atrás de Dilma Rousseff. Na simulação do segundo turno, Marina aparece em primeiro lugar, em um cenário de empate técnico com Dilma.

Novo cenário II

Marina Silva jamais esteve tão próxima da Presidência. No mundinho da política esse sentimento se espalhou por toda parte nas últimas 48 horas, em graus variados, entre adeptos e adversários da possível candidata. Ninguém, no entanto, nem no PT nem no PSDB, cogita seriamente a hipótese de ver Marina fora da disputa. A carta do irmão de Campos reiterando a vontade da família de que a vice substitua o candidato morto praticamente encerra a questão. Sem Marina, Dilma muito provavelmente venceria a eleição no primeiro turno. Aécio Neves, por sua vez, vive uma situação paradoxal: precisa de Marina no páreo para manter viva a expectativa de que haja segundo turno; ao mesmo tempo, corre o risco de ser ultrapassado pela representante da terceira via e ficar fora do palco da grande final. Muita gente parece ter descoberto que Eduardo Campos era seu candidato agora que ele morreu. Boa parte disso se deve às circunstâncias trágicas de seu fim e à comoção que tomou conta do país. Mas, além disso, parece que a morte de Campos trouxe à tona o desejo latente de mudança que fermenta há meses de forma difusa na sociedade. Até então nenhum candidato tinha sido capaz de galvanizar esse sentimento de insatisfação, que não é necessariamente contra o governo (embora também o seja), mas, também, contra o sistema político. A deterioração do quadro econômico, embora lenta, só tende a engrossar o coro dos descontentes. Marina parece ser o personagem ideal para o momento. Basta lembrar que, ao contrário da quase totalidade dos políticos, ela se beneficiou das revoltas de junho de 2013. No início daquele mês, quando o movimento ainda era gestado, Marina aparecia no Datafolha com 16% das intenções de voto; Dilma tinha 51%. Dois meses depois, em agosto, Marina tinha saltado para 26%, enquanto Dilma caía para 35%. A virtual candidata entrava em sintonia com o recado das ruas. A campanha eleitoral está praticamente recomeçando, a 50 dias do primeiro turno, sob forte componente emocional. A tragédia de Campos o transforma num mártir. Marina Silva, por sua vez, tem certeza de que é uma predestinada. Como milhões de pessoas, crê nos desígnios de Deus. Só saberemos o final do filme em outubro. Mas para quem acredita em destino este é um enredo e tanto. (Fonte: Revista Piauí em http://tinyurl.com/n6f7hrb)

Na Gamboa

Há algumas semanas publicamos, aqui, uma nota a respeito do “pombal” que está sendo construído na Gamboa, na ilha de Itacuruçá, um passo gigantesco para a completa favelização do bairro. Ao que parece, a fiscalização municipal já esteve no local e não encontrou nenhuma irregularidade, o que significa dizer que a legislação deve ter muitas brechas capazes de permitir absurdos como esse. Aliás, não custa perguntar se o Corpo de Bombeiros, que tem cobrado no continente a instalação de sistema de prevenção a incêndios para construções acima de dois andares também aprovou a obra? Abaixo a imagem.CAM00308

17 de agosto de 2014


Frase do dia

Há caminhos que parecem certos, mas podem acabar levando para a morte. (Pv 1 4:12 Rei Salomão)

Amarribo (continuação)

A ação da AMARRIBO foi exemplar e serve de guia aos que querem livrar-se de políticos corruptos. Primeiro, a entidade mostrou à população o que estava ocorrendo na cidade. Em seguida, entrou com pedido de instauração de inquérito civil público. Fizeram requerimento ao Ministério Público, já citando os casos e fornecendo provas dos atos de corrupção, e o MP abriu processo de improbidade administrativa contra o prefeito. Ao mesmo tempo, entraram com processo pedindo a cassação dele à Câmara Municipal. E o prefeito foi derrubado por impeachment. No dia em que foi votada a cassação, havia mais de 2 mil pessoas em frente à Câmara. Depois disso, a Amarribo apurou irregularidades na gestão anterior à de Francisco de Assis Queiróz. O então prefeito Sérgio Buzzá cometera “barbaridades” e, após denúncias feitas pela ONG, fugiu e desapareceu. Àquela altura, já relativamente conhecida, a Amarribo foi objeto de reportagem da TV Globo, e o rosto de Buzzá apareceu no Jornal Nacional. Resultado: ele foi reconhecido em Chupinguaia, em Rondônia, denunciado pela população local e preso.

Conclusão

Com seu know-how no confronto com corruptos, a Amarribo acredita que derrubar a corrupção em nível municipal surtirá efeito progressivo. A corrupção tem patamares, e um patamar depende do outro. Normalmente, a corrupção começa com a compra de apoio político do prefeito por autoridades das esferas superiores. Não é questão de ser este ou aquele partido político. O partido economicamente mais forte, provavelmente, deve ser o mais corrupto. De onde vem o dinheiro? Esse é o grande problema do Brasil: quem está no poder tem facilidade de cometer atos de corrupção, seja em prefeituras, governos estaduais ou no Governo Federal. (Matéria de Paulo Henrique Arantes, dentro da reportagem “A Corrupção Nossa de Cada Dia”, publicada na Revista da CAASP / Agosto 2014, disponível em: http://tinyurl.com/mkoen2y

Caminhos perigosos

A informação a seguir é oriunda de um site evangélico, e não de qualquer adversário do bispo Edir Macedo. Relacionamentos e as diferenças entre homem e mulher, idade, raça e a complexidade que os envolve foram tema de um artigo do bispo Edir Macedo para a sessão de comportamento do site da IURD. O texto trata das diferenças de idade e “raça” entre homem e mulher, e dá recomendações explícitas sobre o que deve ou não ser feito quando o assunto é casamento. Macedo afirma que “o rapaz que deseja fazer a obra de Deus não deve se casar com uma moça que tenha idade superior à dele [...]para não se deixar influenciar por ela”. O líder da Universal abre exceções para homens “suficientemente” maduros, mas ressalta que essa “diferença não deve ultrapassar dois anos”. Entre os argumentos usados pelo bispo para justificar sua postura, estão a possibilidade de traição quando a esposa envelhecer ou a probabilidade de ela tornar-se “mandona” com o passar do tempo: “Para evitar este ou outros transtornos, oriundos da diferença de idade (a do marido inferior à da esposa), é preferível que não haja qualquer compromisso de casamento”.

Caminhos perigosos II

Sobre a diferença étnica, Macedo é enfático ao afirmar que “não haveria nenhum problema para o homem de Deus se casar com uma mulher de raça diferente da dele, não fossem os problemas da discriminação que seus filhos poderão enfrentar nas sociedades racistas deste mundo louco”, e justifica sob o argumento de missões: “os pais não terão como evitar que aconteçam rejeições ou críticas por parte dos coleguinhas nas escolas nos países onde eles poderão estar pregando o Evangelho”. O bispo afirma que não tem opinião pessoal contrária à miscigenação, mas que a orientação para que os fiéis procurem esposas de sua “raça” visa uma melhor aceitação por sociedades estrangeiras, que não estão acostumadas com a realidade brasileira. (Fonte: http://noticias.gospelmais.com.br/)

16 de agosto de 2014


Frase do dia

“Se nós conseguíssemos derrotar a corrupção nos municípios, o que é mais fácil por se tratar de uma célula política menor, nós acabaríamos com a corrupção no Brasil” (José Chizzotti – fundador da Amarribo)

Promoção ou punição?

Responsável pelo inquérito que investiga a suposta participação do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva no esquema do mensalão, a delegada Andrea Pinho foi removida do cargo. O inquérito que tem Lula como alvo será tocado por outro delegado, ainda não designado que pode pedir novas diligências ou o arquivamento do caso. A delegada foi responsável pela Operação Miqueias que desarticulou um esquema de desvio de recursos de fundos de previdência municipais em vários Estados. Novata. O inquérito sobre Lula foi aberto a partir de um novo depoimento prestado pelo operador financeiro do mensalão, o publicitário Marcos Valério, que implicou o ex-presidente e outros petistas. Revelado com exclusividade pelo jornal “O Estado de São Paulo”, no depoimento Valério afirmou que Lula tinha conhecimento do esquema que resultou na condenação de 25 pessoas, entre elas José Dirceu, ex-ministro da Casa Civil do governo Lula, Delúbio Soares, ex-tesoureiro do PT, José Genoíno, ex-presidente do PT e João Paulo Cunha, ex-presidente da Câmara pelo PT. O inquérito tramita sob sigilo. (Fonte: O Estadão)

O bom combate

Há 15 anos, um grupo de moradores da cidade de Ribeirão Bonito, no interior de São Paulo, se associou para fundar a “Associação dos Amigos de Ribeirão Bonito”. A ideia era ajudar o município a desenvolver-se social, econômica e culturalmente, mas a realidade com que se depararam na cidade natal fez com que a associação enveredasse pelo caminho da luta contra a corrupção. O êxito nessa empreitada fez com que a entidade original crescesse e se tornasse a AMARRIBO Brasil, rede a reunir quase 200 organizações não-governamentais de combate à corrupção e que representa a Transparência Internacional no país.

Memória

Os integrantes da Amarribo descobriram, em 1999, que o então prefeito de Ribeirão Bonito comprava combustível para a frota da Prefeitura de uma empresa de Minas Gerais, sendo que o posto em frente à sede do Executivo municipal vendia o produto mais barato. Depois, ficaram sabendo da existência de um tanque na fazenda de um vereador em que eles punham metade da gasolina comprada pela Prefeitura, para abastecer os carros da família. E não era tudo. A Prefeitura contratou um açougue de São Carlos para fornecer carne para a merenda das escolas municipais, e para tanto estabeleceram que a carne tinha de ser embalada a vácuo, coisa que os açougues de Ribeirão Bonito não tinham condições de fazer. A licitação já estava direcionada para o açougue de São Carlos. Eles comiam filé mignon e as crianças comiam carne de pescoço. Salsicha era comum na merenda escolar. (Continua amanhã)

Teorias da conspiração

O ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos, morto em tragédia aérea no ultimo dia 13 é o assunto mais debatido pelas ruas de Recife, segundo um jornal e Recife, é quase unanime a suspeita popular de que Campos teria sido vítima de um homicídio, e não de um acidente, como tem sido divulgado. O jornal cita alguns comentários de populares, como o do garçom Múcio Santana: “Ele sabia que corria esse risco. A família sabia. Tanto que nunca viajava no mesmo avião que o primogênito, João. Assim como ele também evitava viajar no mesmo avião que o avô Arraes. Político que pensa no povo não pode durar muito porque os poderosos não deixam”. O jornaleiro Marivaldo Gomes assegura: “Não tem um pernambucano que não desconfie dessa morte. O avião virou uma bola de fogo em pleno ar. Como assim? Era um dos aviões mais modernos do mundo. Tem treta nisso daí, pode crer que tem”

O especialista

Assegura um especialista em investigação de desastres aéreos: “Um acidente aéreo não é um acidente de carro, no qual você julga que quem bateu atrás é o culpado. Da mesma maneira, não se sabe o que aconteceu até que os relatórios oficiais saiam. São muitas perguntas que precisam ser respondidas e não há um culpado, há fatores que somados contribuem para um acidente. Tudo o que for falado antes das investigações é especulação. De acordo com informações da aeronáutica, ao tentar pousar em Guarujá, a aeronave arremeteu por causa das condições do tempo, portanto operava por instrumentos. A arremetida é um procedimento normal feito pelas tripulações em qualquer lugar do mundo quando a aproximação para um aeroporto não for estabilizada. Por aproximação estabilizada entenda: a velocidade correta, a altitude correta, a visibilidade correta em determinado ponto, entre outros. A arremetida é um fato tão natural que ela é prevista nas cartas de aproximação por instrumentos. A informação presente na carta, no caso do aeródromo do Guarujá, recomenda que, em caso de arremetida (Aproximação Perdida), subir para 4.000 pés em curva ascendente à esquerda aproando para espera. Em termos leigos, a informação pede para que a arremetida seja iniciada com curva à esquerda e subindo para 4.000 pés (1200 metros) em direção à estação de rádio SAT. O Citation estava cumprindo o procedimento de arremetida, com curva à esquerda. O que a investigação vai revelar é se todos os outros procedimentos estavam de acordo (altitude, velocidade, proa, etc). Apesar do ponto da queda estar para dentro da linha tracejada, não se pode tirar conclusões, pois pode-se usar referências visuais.

15 de agosto de 2014


Frase do dia

“No dia em que os filhos do pobre e do rico, do político e do cidadão, do empresário e do trabalhador estudarem na mesma escola, nesse dia o Brasil será o país que queremos.” (Eduardo Campos – 1965-2014)

(In) segurança

A página denominada “El Ranchito”, em uma rede social, denuncia que só nesta semana mais duas pessoas foram assaltadas: uma no centro de Mangaratiba e outra na Praia do Saco.

Prioridades

Prevê-se que aconteça agora em setembro, aqui em Mangaratiba, shows com o “Roupa Nova” e o cantor “Lulu Santos” ao custo de mais de oitocentos mil reais. Não há nenhum problema quanto a isso, se considerarmos apenas a vinda de atrações para o município em época de baixa temporada. Na outra ponta, membros da guarda municipal estão sendo informados de que deverão, eles próprios, arcar com os custos dos novos uniformes decorrentes da necessidade de adequação à nova “Lei da Guarda”. Um terceiro aspecto que também começa a ser sussurrado refere-se às discretas pressões que estão sendo feitas ao prefeito no sentido de ele não respeitar o limite de 0,4% da população, como o máximo de integrantes da Guarda Municipal e, assim, aumentar o efetivo. Pergunta-se: estarão os senhores vereadores atentos a essas questões e defendendo o interesse público?

Enrolação

Cansados da enrolação do prefeito de Itaguaí, Luciano Mota, a respeito do novo plano de cargos e salários, o sindicato da categoria aprovou a entrada em greve geral a partir da próxima segunda-feira, por tempo indeterminado.

Desdobramentos

O irmão do falecido candidato à Presidência da República Eduardo Campos, o advogado e escritor Antônio Campos, enviou uma nota oficial para a imprensa, nessa quinta-feira, defendendo que Marina Silva, candidata a vice-presidente na chapa do irmão, deve assumir o lugar de Eduardo na disputa presidencial.

Desdobramentos II

A morte do ex-governador Eduardo Campos cria um novo cenário para a eleição de 2014. Candidata a vice, Marina Silva tornou-se a principal herdeira e liderança do PSB e substituta natural de Campos na disputa pela Presidência. Membros da coligação já avaliam as opções para a nova chapa, e ganha força como candidato a vice o pernambucano Roberto Freire, deputado por São Paulo e presidente nacional do PPS. O PPS foi o primeiro partido relevante a apoiar o projeto presidencial de Eduardo Campos, o que credencia Roberto Freire para ser o novo vice. (Fonte: Cláudio Humberto)

Desdobramentos III

A morte de Eduardo Campos, que comove o País, e sua eventual substituição por Marina Silva na disputa presidencial, provocaram uma reunião informal da cúpula do PT, mostrando temor pela candidatura da ex-ministra. A avaliação inicial do PT aponta Marina como a principal beneficiária do legado de Campos, o que levaria risco real de derrota para Dilma, por isso a substituição dela por Lula voltou a ser cogitada. Lulistas do PT avaliam que a comoção pela morte de Eduardo Campos colocaria Marina em condições até de vencer a eleição presidencial. (Fonte: Cláudio Humberto)